Publicidade

A derrota de 2 a 1 para o São Paulo ainda mexe com o torcedor do Flamengo. Principalmente por conta da goleada de 4 a 1 pelo Campeonato Brasileiro. Assim a ordem é dar o troco na partida de volta, na próxima quarta-feira, no Morumbi. Lá os dois vão lutar por um lugar nas quartas de final da Copa do Brasil. Assim o Flamengo se mobiliza para ter força máxima neste compromisso.

Diego trabalha para voltar ao time (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

No jogo de ida, como tem sido praxe nos últimos meses, o Flamengo não pode contar com muitos titulares, alguns por lesão e outros convocados para seleções que disputam as Eliminatórias da Copa. Entretanto, na próxima quarta-feira, existe a possibilidade do grupo estar completo, ainda que remota.

Gabigol, Arrascaeta e Pedro Rocha já haviam sido liberados, mas sem condições de aguentar os 90 minutos, estiveram em campo por menos tempo nesta quarta. O camisa nove foi o único a iniciar a partida, mas atuou por 70 minutos. Os outros dois entraram ao longo do segundo tempo.

Publicidade

O goleiro Diego Alves deixou a partida no início do segundo tempo dores, mas não foi identificada lesão. O jogador sofreu apenas câimbras pois estava sem jogar desde 30 de agosto e sem ritmo de jogo. Acordou sem dores nesta quinta e não deve ser problema.

O meia Diego Ribas, afastado por lesão de Grau 2 na parte anterior da coxa direita, está recuperado e faz transição física. O camisa 10 tem chance de ser relacionado para a partida contra o Atlético-GO no sábado, pelo Brasileiro, mas é quase certo que estará disponível contra o São Paulo.

Filipe Luís e Rodrigo Caio são os maiores desafios

Filipe Luís virou um problema no Flamengo (Foto: Reprodução Youtube)

Os casos mais difíceis são os de Filipe Luís e Rodrigo Caio. O lateral sofreu lesão de grau 1 na parte posterior da coxa direita contra o Atlético-MG, no último domingo. Pelo prazo de recuperação de sete a dez dias, está descartado para sábado, Contudo, está sendo preparado para, possivelmente, retornar no Morumbi.

Publicidade

Leia também:

São Paulo vence Flamengo na estreia de Rogério Ceni
Hugo Souza: ‘Assumo total responsabilidade’

A lesão de Rodrigo Caio, de grau 2, na panturrilha direita é mais grave, mas ele está há mais tempo em recuperação. Ele também está descartado para sábado e suas chances para quarta-feira são menores. No clube, o objetivo é prepará-lo para o confronto diante do Racing, pela Libertadores, no dia 25.

Publicidade

O clube quer convocar outros reforços para o jogo decisivo. Pedro e Everton Ribeiro estarão com a Seleção Brasileira no Uruguai na terça-feira e, de lá, embarcarão em vôo direto para São Paulo. Como não são titulares na equipe de Tite, é provável que estejam descansados para enfrentar o São Paulo.

A situação de Isla, entretanto, é mais difícil. O chileno é titular na equipe de Reinaldo Rueda e vai enfrentar a Venezuela na terça, em Caracas. O desgaste físico e a maior dificuldade no deslocamento para São Paulo fazem com que sua utilização seja pouco provável.

Para avançar na Copa do Brasil, o Flamengo precisa vencer o São Paulo por dois ou mais gols de diferença. Em caso de vitória por um gol, haverá disputa de pênaltis.