Publicidade

A diretoria do Flamengo assegurou a permanência no clube de duas promessas da base, o meia-atacante Yuri César e o meia Pepê. A dupla assinou seus novos vínculos nesta quarta-feira, no Ninho do Urubu.

Yuri César (Foto: André Durão)

A situação dos dois jogadores, entretanto, é bem diferente. Yuri César, de 20 anos, foi um dos maiores destaques da equipe sub-20 campeã brasileira em 2019. Mas este ano, por conta do grande número de jogadores no elenco, a diretoria optou por emprestá-lo Fortaleza, para lhe dar rodagem.

O vínculo com a equipe cearense termina no final do Campeonato Brasileiro, e o técnico Rogério Ceni já pediu à diretoria sua incorporação ao elenco, a partir de março.

Publicidade

No Rio por conta das festas de fim de ano, o atleta teve seu vínculo com o Rubro-Negro prorrogado por dois anos. Além disso, a nova multa rescisória será de 70 milhões de euros (cerca de 443 milhões de Reais).

Leia Também:

Arrascaeta: ‘Chegaram propostas e o melhor é seguir no Flamengo’

Publicidade

Gerson: ‘Nunca vou esquecer esse dia’

Aos 22 anos, Pepê fez parte da equipe campeã da Copa São Paulo em 2018, e tinha contrato somente até 31 de dezembro. Embora a ideia inicial da diretoria fosse não renovar com o atleta, ele conquistou a simpatia do técnico Rogério Ceni, que pediu sua permanência.

Desde o ano passado no elenco profissional, Pepê teve poucas chances de atuar e perdeu espaço com Jorge Jesus. Chegou a ser utilizado por Dome, mas foi mesmo com Ceni que voltou a ser considerado. A diretoria então negociou uma extensão de seis meses, e o novo vínculo terminará em junho.

Publicidade

Portanto, na reta final do Campeonato Brasileiro e principalmente no Carioca, que começará em seguida, Pepê terá mais uma chance de mostrar seu valor.