Publicidade

O Flamengo não lembra em nada o poderoso time que conquistou quase todos os títulos que disputou em 2019 e no começo de 2020. A derrota de 3 a 0 para o São Paulo já custou a eliminação na Copa do Brasil. Mas o grande desafio agora é evitar que os maus resultados recentes, como as quedas diante do São Paulo e as goleadas no Campeonato Brasileiro, não causem impacto na grande prioridade do Rubro-Negro: a Copa Libertadores.

Elenco do Flamengo luta contra abatimento (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

E a corrida contra o tempo é grande. Isso porque na próxima terça-feira já tem duelo na Argentina, contra o Racing, pelo duelo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. Mas como reagir em um momento complicado? O Flamengo passa por sua pior fase em mais de um ano. Desde o retorno do futebol em junho o Rubro-Negro mostrou apenas lampejos da equipe multicampeã de 2019/20. Jorge Jesus foi embora, veio Domènec Torrent e agora Rogério Ceni é o treinador.

Desde que assumiu há pouco mais de uma semana, Ceni acumula duas derrotas e um empate. Um jejum que não acontecia desde abril de 2018. E mais, nestas quatro partidas o antes ataque mais poderoso do Brasil só marcou dois gols, enquanto a defesa sofreu dez.

Publicidade

Leia também:

São Paulo derrota o Flamengo e está na semifinal
Matheuzinho: ‘Não foi o resultado que a gente queria’

Neste sábado, o Flamengo volta a campo para enfrentar o Coritiba pela 22ª rodada do Brasileiro, no Maracanã. Contudo, as atenções do clube estarão voltadas para o duelo contra o Racing-ARG, na próxima terça-feira. O duelo na Argentina abre a disputa por uma vaga nas quartas de final da Libertadores.

Ceni quer recuperar a confiança do elenco

Libertadores é a prioridade no Flamengo de Rogério Ceni (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Publicidade

Ceni promete recuperar a confiança dos jogadores para evitar uma nova e desastrosa eliminação.

– Não só tem como recuperar o elenco para a Libertadores, como faremos. Mas o maior problema está na cabeça. Precisamos recuperar isso. Sofremos dois gols parecidos e o time sente muito – avaliou Ceni em sua coletiva no Morumbi.

– Estando no Flamengo, toda competição que você entre, todo mundo tem a expectativa que você vá vencer. Uma coisa eu posso dizer: os caras aqui têm muito comprometimento. Eles escreveram a história e não fica no passado. Eles seguem com vontade de vencer. Vamos trabalhar o mental e fazer escolhas dentro do melhor que nós temos no elenco – completou.

Publicidade

Para o confronto com os argentinos, há a expectativa de que alguns jogadores importantes voltem ao time. Gabigol, Filipe Luís, Diego Ribas e Pedro, que se recuperam de lesões musculares, podem ficar à disposição.