Publicidade

Passado o primeiro jogo da final do Carioca, os dirigentes do Flamengo vão iniciar a semana debruçados sobre a negociação do meia Gerson. O Olympique de Marselha quer levar o jogador para o futebol francês e enviou representantes ao Rio. A primeira oferta, entretanto, não seduziu o Rubro-Negro.

Mas as conversas continuam e o VP de Futebol, Marcos Braz, confirmou isso ao repórter Gustavo Henrique, do canal Gustavo Henrique Dando Choque. Em entrevista no Maracanã antes da partida final do Carioca contra o Fluminense, Braz e o diretor de futebol Bruno Spindel falaram sobre o assunto.

Marcelo Cortes

– Na segunda ou na terça, talvez a gente ajuste algumas coisas para conversar com as pessoas. Eles já sabem do tamanho do Flamengo. Sabem que tirar jogador do Flamengo é difícil, mas a gente vai aguardar, o Bruno tá tocando aí e as coisas tão sendo tocadas com muita tranquilidade – afirmou Marcos Braz.

Publicidade

Segundo informações do repórter Venê Casagrande, do jornal “O Dia”, a equipe treinada por Jorge Sampaoli ofereceu 25 milhões de euros. Este valor, entretanto, inclui metas para ser alcançado. O Flamengo, contudo, espera que os 25 milhões sejam o valor base e que, com as metas, possa passar dos 30 milhões.

Bruno Spindel e Marcos Braz (Reprodução Youtube)

Assim, Gerson pode se tornar a maior venda da história do clube e chegar perto de 200 milhões de Reais. Além disso, se concretizar a venda, o Flamengo vai equilibrar a situação financeira abalada pela pandemia.

Relacionadas

Arturo Vidal

A saída de Gerson poderá também dar condições ao Rubro-Negro de manter outras estrelas que vêm sendo assediadas. O meia Arrascaeta desperou o interesse do Aston Vila, da Inglaterra, e Everton Ribeiro está na mira do Al Nasr, dos Emirados Árabes.

Comentários