Publicidade

Embalado no Campeonato Brasileiro, o Flamengo recebe o São Paulo neste domingo, no Maracanã. A partida da 19ª rodada encerra a participação do Rubro-Negro no primeiro turno, e a equipe quer se manter em alta e assumir a liderança, pois o Internacional perdeu para o Corinthians. A bola rola às 16 horas (de Brasília).

Flamengo São Paulo

No topo da tabela de classificação com 35 pontos, mesma contagem do Inter, que leva vantagem no saldo de gols, o Flamengo vem de série invicta de 12 jogos. Quinto colocado, o São Paulo está oito pontos atrás, mas tem três jogos a menos que o Rubro-Negro e poderia até ser líder. A mesma situação vive o Atlético-MG, que tem um jogo a menos.

Flamengo x São Paulo: duelo pela liderança

Publicidade

Para fechar o turno na liderança, o Flamengo tem de vencer o São Paulo e torcer por um tropeço do Atlético-MG em um dos jogos que tem a fazer (enfrenta o Palmeiras, fora de casa, e o Athletico-PR, no Mineirão, ainda sem data marcada).

Apesar de ter convivido com seguidos desfalques, a equipe carioca tem se superado dentro de campo. Com 32 gols marcados, o Flamengo tem o melhor ataque da competição nacional. O São Paulo tem a segunda defesa menos vazada, mas chega para o confronto com um certo ar de desconfiança. Isso porque, nos últimos três jogos, o time sofreu seis gols, uma média de dois por partida.

“A gente tem evoluído, mas precisamos melhorar o sistema defensivo, no que diz a tomar gols. Temos de parar de tomar gols”, disse o técnico Fernando Diniz após a derrota por 3 a 2 para o Lanús, pela Sul-Americana.

Publicidade

Em compensação, o setor ofensivo são-paulino vem funcionando bem, principalmente sob o comando de Brenner, que nos últimos sete jogos balançou as redes nove vezes.

Leia também:

Rodrigo Caio se machuca e defesa volta a ser problema no Flamengo

Publicidade

Hugo Souza vence pressão para se firmar no Flamengo: ‘Coloquei na cabeça que ia jogar’

Flamengo e São Paulo sofrem com maratona de jogos

Flamengo e São Paulo vêm enfrentando jogos duas vezes por semana e em competições diferentes. O desgaste dos jogadores é sensível e os treinadores têm sido obrigados a administrar a situação.

Enquanto no meio da semana o Tricolor jogou na Argentina, o Rubro-Negro vem de uma excursão pelo Sul. No domingo passado, o Flamengo empatou com o líder Inter em 2 a 2 em um confronto disputadíssimo no Beira-Rio. Na quarta-feira, venceu o Athletico, em Curitiba, pela Copa do Brasil.

Publicidade

Para esta partida, o São Paulo deve contar com o retorno de Hernanes, que não atua há mais de um mês, devido a um estiramento muscular na coxa direita. No entanto, o mais provável é que o meia entre no decorrer do confronto.

O Flamengo, por sua vez, tem muitos problemas para a partida, principalmente no meio-campo. Willian Arão e Thiago Maia, suspensos pelo terceiro amarelo, não jogam. Diego Ribas, recuperando-se de uma lesão na coxa, está vetado.

Assim, o setor terá uma escalação inédita, com Gerson e um jovem que veio da base. João Gomes (19), que treina com os profissionais há mais tempo e é mais experiente, deve ser o escolhido. Daniel Cabral, de apenas 18 anos, foi integrado ao grupo na semana passada e deve ficar como opção no banco.

Publicidade

A lista de desfalques por lesão continua longa. Além de Diego, Arrascaeta, Gabigol e Rodrigo Caio não serão relacionados.

Totalmente recuperado, o goleiro Diego Alves pode retornar após dois meses fora do time. O técnico Dome, entretanto, terá que barrar Hugo Souza, que vem se destacando com grandes atuações.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO-RJ X SÃO PAULO-SP

Publicidade

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 01/11/2020
Horário: 16h00 horas (Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

FLAMENGO: Hugo Souza, Isla, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; João Gomes (Daniel Cabral), Gerson, e Vitinho; Everton Ribeiro, Pedro e Bruno Henrique
Técnico: Domènec Torrent

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Tchê Tchê, Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes e Gabriel Sara; Luciano e Brenner
Técnico: Fernando Diniz