Publicidade

O sonho do Flamengo de conquistar a Libertadores mais uma vez virou frustração. Após novo empate por 1 a 1, o clube carioca foi eliminado nos pênaltis pelo Racing, nas oitavas de final, nesta terça-feira, no Maracanã. E o Fla entrou para uma lista nada agradável e experimentou uma “maldição” recente na Libertadores: quando o atual campeão é eliminado precocemente.

Flamengo Libertadores Após salvar o Flamengo, Arão perdeu pênalti | Foto: Reprodução Internet

De 2010 para cá, relembrou o jornal “Olé”, da Argentina, simplesmente sete campeões caíram nas oitavas de final ou até mesmo na fase de grupos. O Flamengo se junta a Internacional, Corinthians, Atlético-MG, San Lorenzo, River Plate e Atlético Nacional.

LEIA MAIS! Rogério Ceni tenta explicar nova eliminação do Flamengo

Publicidade

Apenas Santos, Grêmio e River Plate conseguiram, no ano seguinte ao título, chegar a fases mais agudas da Libertadores. Campeão em 2011, o Peixe foi até a semifinal de 2012, quando caiu para o Corinthians. Já o Tricolor Gaúcho, vencedor em 2017, foi semifinalista em 2018, quando perdeu para o River. O clube argentino, por sua vez, após ganhar o torneio em 2018, bateu na trave no ano passado na final com o Flamengo.

A maldição da Libertadores

O Internacional foi campeão da Libertadores em 2010. No ano seguinte, caiu nas oitavas de final para o Peñarol. A “maldição” voltou a assombrar um clube brasileiro. O Corinthians faturou o título em 2012 e, em 2013, caiu nas oitavas de final para o Boca Juniors.

LEIA MAIS! Rivais não perdoam: veja os memes da eliminação do Flamengo

Publicidade

O Atlético-MG sofreu do mesmo “mal”. Campeão em 2013, o Galo parou nas oitavas de final de 2014, para o Atlético Nacional. A frustração do San Lorenzo foi maior. O clube argentino, após o título em 2014, caiu ainda na fase de grupos de 2015.

O River Plate conquistou a Libertadores de 2015, mas, no ano seguinte, parou nas oitavas de final diante do Independiente Del Valle. Em 2016, o Atlético Nacional faturou o título. Um ano depois, caiu ainda na fase de grupos.

Agora foi a vez do Flamengo sofrer com a “maldição” na Libertadores. Após o inesquecível título de 2019, com a virada sobre o River Plate, o Rubro-Negro, considerado um dos favoritos em 2020, cai nas oitavas de final para o Racing.