Publicidade

O Flamengo goleou o São Paulo e acabou com o jejum sobre o rival, que durava desde 2017. Só que a vitória veio com uma dose de polêmica.

Após a virada, o médico do Flamengo, Márcio Tannure, teria provocado o banco paulista. O clima esquentou e Tannure acabou sendo expulso.

Dr. Márcio Tannure  não pode ficar no banco contra o Corinthians (Reprodução FlaTV)

O árbitro Felipe Fernandes de Lima falou sobre o ocorrido na súmula:

Publicidade

“Após o gol da equipe do Flamengo, fui informado pelo quarto arbitro da partida que o sr. Márcio Alves Tannure, médico da equipe, durante a comemoração, realiza gestos acintosos e provocativos e proferindo as seguintes palavras contra o banco de reservas da equipe adversária: “Fala muito, fala muito, fala agora”. A partir desse momento, o sr. Juan Branda e o sr. Alejandro Gabriel Kohan abandonam a sua área técnica e vão até a área técnica da equipe adversária, iniciando uma confusão generalizada entre as comissões técnicas. Sendo que nesse momento pude perceber que o médico da equipe do Flamengo empurra o sr. Alejandro Gabriel Kohan com as duas mãos na altura de seu peito. após ter sido contido pela equipe de arbitragem e seus companheiros, os mesmo citados por mim, árbitro da partida, foram expulsos”, escreveu.

Relacionadas

Isla Flamengo
Thiago Mendes Lyon

Márcio Tannure permaneceu em campo após a expulsão por ser o médico do Flamengo. No entanto, o profissional não poderá estar no banco de reservas no próximo domingo, contra o Corinthians, em São Paulo.

Comentários