Publicidade

Deu liga. Ou, se preferir, deu match. Renato Gaúcho recuperou o Flamengo. O efeito do técnico no time tem animado a torcida. A goleada por 4 a 1 sobre o Defensa Y Justicia, nesta quarta-feira, no Mané Garrincha, e a consequente classificação para as quartas de final da Libertadores reforçam o impacto de Renato.

O técnico iniciou o trabalho à frente do Flamengo no dia 12. De cara, mudou o esquema – adotou o 4-2-3-1 – e marcação nos escanteios (para predominantemente individual). A estreia levantou dúvidas, apesar da vitória sobre o Defensa, na Argentina, por 1 a 0. Nos últimos dois jogos, porém, o Flamengo empolgou.

Renato Gaúcho Flamengo Início de Renato Gaúcho no Flamengo é promissor | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Na Argentina, Renato não teve Willian Arão e Diego. A dupla de volante fez falta. Novamente com eles, o Flamengo atropelou o Bahia pelo Brasileiro – goleada por 5 a 0 – em Salvador e fez 4 a 1 no Defensa em Brasília.

Relacionadas

Publicidade

Com Renato Gaúcho, o Flamengo voltou a apresentar um futebol envolvente. O time sufoca o adversário e cria chances. Em três jogos com o técnico, o time fez dez gols e sofreu apenas um.

Renato Gaúcho recupera contestados no Flamengo

A confiança está de volta. E aqui é outra participação fundamental do técnico. Renato sabe como lidar com elenco e apoiá-lo. Nomes como Gustavo Henrique, Vitinho e Michael cresceram de produção.

MAIS! Vai ficar livre: Vidal negocia rescisão com a Inter de Milão

Publicidade

Os atacantes, por sinal, têm ajudado e muito. Nesta quarta, Michael participou do segundo gol, que nasceu do rebote do chute dele, do terceiro (ajuda a roubar a bola) e do quarto (contra-ataque). E Vitinho marcou duas vezes.

Vitinho Flamengo Vitinho voltou a entrar bem e fez dois gols | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Já Gustavo Henrique teve uma das melhores atuações com a camisa do Flamengo. Seguro, ganhou a maioria dos duelos e ainda levou perigo no ataque. Isla é outro que cresceu de produção com técnico.

Flamengo de astral renovado

O 4-2-3-1 de Renato Gaúcho tem funcionado. Arrascaeta, como meia centralizado, mas com liberdade, vem sendo mais participativo e decisivo. Bruno Henrique, novamente na ponta, voltou muito bem.

Publicidade

MAIS! Reforço? Lyon coloca preço para Thiago Mendes

E o sistema defensivo vem dando conta do recado. O gol do Defensa foi em lambança, especialmente de Diego Alves. De resto, o time argentino criou uma oportunidade, no fim do jogo, quando a vitória estava mais do que sacramentada.

MAIS! De Ronaldinho a Gabigol: quem fez hat-trick pelo Flamengo de 2011 para cá

Publicidade

O astral também parece estar diferente no Flamengo com Renato. O time está mais leve e mais alegre. Os primeiros efeitos do técnico são animadores.

Comentários