Diego vê o Flamengo sem atitude e pede reflexão: ‘Falar menos e jogar muito mais’

publicado em 10/01/2021 às 18:25

O sonho do título, a cada rodada, vai ficando mais distante para o Flamengo. A diferença para o São Paulo ainda é de sete pontos, mas o futebol e a atitude deixam a desejar. Esta é a crítica de Diego, após a derrota do Flamengo para o Ceará, neste domingo, no Maracanã, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Diego Flamengo

Diego dá declaração contundente após derrota | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

“Primeiro de tudo temos de assumir a responsabilidade e entender o que está no nosso controle. O título se conquista jogo a jogo, com atitude de quem quer ser campeão. Realmente não temos demonstrado isso com constância e isso faz toda diferença. Eu, particularmente, e tenho certeza de que meus companheiros também, totalmente decepcionados. Não começamos o jogo como deveria, com a atitude que deveria. Este o ponto de reflexão que temos de ter. Cada um aqui ser homem, bater no peito, assumir as responsabilidades e saber que nada no externo pode influenciar, se nós não fizermos dentro de campo. Então, a decisão é esta, o pensamento é este e é isso que temos de fazer: falar menos e jogar muito mais”, declarou Diego.

Diego comanda pressão do Flamengo, mas em vão

No primeiro tempo contra o Ceará, o Flamengo criou apenas uma chance clara de gol e ainda exibiu as deficiências defensivas, de dar muito espaço e pressionar pouco os rivais. A etapa final mostrou outro problema recorrente do clube carioca: dificuldade em aproveitar as chances.

Já com Diego em campo, que entrou no intervalo e teve uma boa atuação, o Flamengo pressionou o Ceará e passou a ter chances mais claras de gol. Porém, desperdiçou todas. Pedro, titular na vaga de Gabigol, perdeu três oportunidades.

A segunda derrota seguida, já havia perdido para o Fluminense, aumenta a pressão no Flamengo. O Rubro-Negro está na quarta colocação, com 49 pontos, sete a menos do que o líder São Paulo.

O Flamengo volta a campo contra o Goiás, no dia 18, segunda-feira, em Goiânia.

Deixe seu comentário:

Comentário