Publicidade

O vice-presidente Marcos Braz é o homem-forte do futebol do Flamengo desde a temporada passada. Em 2020, o dirigente se candidatou a vereador no Rio de Janeiro e foi eleito.

Marcos Braz foi sexto vereador mais votado no Rio de Janeiro (Reprodução Youtube)

Só que a vitória nas urnas pode criar uma dor de cabeça para Braz. O Conselho de Administração do Flamengo recebeu uma denúncia contra o dirigente.

A denúncia partiu de José Carlos Peruano, sócio rubro-negro que foi candidato a presidente do clube em 2018. O pedido de abertura de inquérito chegou ao presidente do Conselho, Bernardo Amaral.

Publicidade

O sócio se mostrou preocupado com uma possível utilização da “máquina” do Flamengo na eleição do dirigente. Além disso, Peruano destacou que Braz se utilizou das cores rubro-negras; usou dizeres que remetem aos rubro-negros (“no Rio, não em outro igual”, “gelo no sangue”); além do uso de funcionários pedindo voto para nas dependências do Clube.”

Leia também:

Bruno Henrique atinge marca histórica no Flamengo

Publicidade

‘Se o Flamengo tivesse sido campeão do mundo, o técnico destacado teria de ser eu’, diz Jesus

O presidente do Conselho vai avaliar o pedido e determinar se será aberto um processo de investigação sobre o caso.