Publicidade

O Flamengo sofreu mais um assédio estrangeiro aos seus jovens, e o alvo da vez foi Guilherme Bala. Contudo, o atacante do Sub-20 não se interessou e deu prioridade para seguir no Rubro-Negro.

Guilerme Bala (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

Guilherme da Silva Gonçalves tem seus direitos ligados ao Madureira, e está emprestado ao Flamengo até o fim de janeiro. Entretanto, o clube deve exercer a opção de assinar contrato com o jogador de 19 anos após a Copinha.

O Al Sharjah FC, dos Emirados Árabes Unidos, veio em busca de um atacante que atue pelos lados do campo. Primeira opção dos árabes, Guilherme Bala e seu staff consideraram a permanência no Flamengo como mais interessante para sus carreira.

Publicidade

Leia também:

Gabriel Barbosa, Pedro e Thiago Maia iniciam tratamento no Flamengo

Rogério Ceni explica opção por dupla de zaga do Flamengo

Publicidade

Guilherme Bala atuou pelos profissionais em duas partidas no Brasileirão. Como titular, enfrentou o Palmeiras no Allianz Parque e se destacou no empate em 1 a 1. Além disso enfrentou o Independiente del Valle pela Libertadores, mas sofreu lesão muscular e está em tratamento.

Sem conseguir fechar com o atacante Rubro-Negro, o Al Sharjah FC, entretanto, não saiu de mãos vazias. O clube dos Emirados comprou 80% dos direitos econômicos de Caio Rosa, atacante do Cruzeiro, também de 19 anos. A transferência da joia celeste custou 600 mil dólares, cerca de 3,3 milhões de Reais.