Publicidade

Rogério Ceni completou, contra o Fortaleza, dez jogos à frente do Flamengo. A atuação decepcionante contra o ex-clube fechou 2020 com sabor amargo. O técnico evita avaliar o trabalho realizado até aqui e destaca o empenho pelo clube.

Rogério Ceni Flamengo Rogério Ceni completou dez jogos à frente do Flamengo | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

“Muito difícil fazer avaliação do próprio trabalho. Nós chegamos com jogo logo em seguida, primeiro jogo com o São Paulo na Copa do Brasil. Tentamos resgatar a parte física nos últimos jogos, tentamos crescer. No Brasileiro, são seis jogos com quatro vitórias e dois empates. É o que nos restou e vamos lutar até o fim. Mas não vou fazer análise do meu trabalho. Eu faço o meu melhor todos os dias. Essa é a análise que posso garantir, trabalho muito e faço o melhor para o Flamengo”, declarou Rogério Ceni.

LEIA MAIS! Ceni evita culpar o gramado e admite que Flamengo ficou devendo

Publicidade

Desde que chegou ao Flamengo, Ceni trabalha na tentativa de recuperar no clube o futebol que encantou, especialmente em 2019, e levou o time ao título brasileiro e da Libertadores.

LEIA MAIS! Flamengo tem sábado para esquecer e semana para refletir

“Nestes quase 45, 50 dias que estou aqui, estou tentando resgatar o bom futebol. Claro que quando não se tem a vitória – e o Flamengo é um time que foi feito para vencer sempre, está acostumado desde o ano passado, todos os jogos está muito próximo da vitória -, é natural que a pessoa que está do outro lado desanime um pouco, fique um pouco chateada”, acrescentou Ceni.

Rogério Ceni no Flamengo

Publicidade

Escolhido para o lugar de Domènec Torrent, Rogério Ceni já amargou duas eliminações pelo Flamengo. Ele caiu na Copa do Brasil para o São Paulo, com duas derrotas, e parou no Racing, na Libertadores, ao perder nos pênaltis.

No Brasileiro, Ceni está invicto pelo Rubro-Negro, com quatro vitórias e dois empates. Porém, a igualdade no jogo com o Fortaleza fez a diferença para o líder São Paulo aumentar para sete pontos.

Em dez jogos, Rogério Ceni tem quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas, o que resulta em um aproveitamento de 53,3% dos pontos disputados.