Publicidade

O assunto Diego Alves chamou atenção no Flamengo antes mesmo de a bola rolar para o duelo com o Santos, neste domingo, no Maracanã. O goleiro foi o capitão do time – normalmente, Éverton Ribeiro fica com a braçadeira. No desenrolar da goleada rubro-negra, Gabigol, após fazer seu primeiro gol, foi comemorar com goleiro. Após a vitória, Rogério Ceni também falou sobre o caso de Diego Alves, que está em fim de contrato com o Flamengo.

Rogério Ceni Flamengo Ceni escolheu Diego Alves como capitão | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

“Todos sabem da capacidade dele. A direção faz o melhor que pode, mas é decisão muito particular dos dois. Não quero entrar nessa questão. É deles, tem a parte financeira, não trabalho com isso. Só posso dizer que ele é um baita profissional, assim como o Hugo Souza, o César, que é um baita menino. Não me envolvo na parte financeira, mas todos sabem do carinho que tenho por ele. Acho um ótimo profissional”, declarou Rogério Ceni, na coletiva.

LEIA MAIS! Gabigol faz dois, Flamengo goleia o Santos e engata a terceira no Brasileiro

Publicidade

Diego Alves tem contrato até o fim do ano. Ele chegou a acertar a renovação com o departamento de futebol do Flamengo, mas o financeiro vetou o acordo por não concordar com os valores. O cenário atual aponta para o adeus do goleiro.

Rogério Ceni aborda Diego Alves como capitão no Flamengo

O técnico do Flamengo também abordou a comemoração de Gabigol, que correu o campo e foi vibrar com Diego Alves, e também a escolha do goleiro como capitão no jogo contra o Santos.

“Acredito que eles tenham relação de amizade. Não só entre eles, mas outros que conquistaram tantos títulos. Mas não é o primeiro jogo que ele foi capitão. Estou aqui há nove jogos, em três ele foi capitão. Tenho maturidade suficiente para escolha, fui capitão mil vezes na minha carreira e tenho total liberdade de escolher. Já foi Diego Alves, foi Diego, foi Éverton Ribeiro, Arão. Filipe Luís pode ser também. É uma escolha minha, particular e exclusivamente minha”, declarou Ceni.