Publicidade

O comportamento do técnico Rogério Ceni na coletiva após a derrota do Flamengo para o Fluminense foi, no mínimo, curioso. As escolhas do treinador ao longo da partida e a já habitual queda de rendimento no segundo tempo dominaram as perguntas. Mas foi o tom irônico e de desabafo que chamou a atenção.

No Flamengo desde novembro passado, Ceni já conquistou títulos, mas não consegue ser unanimidade. Esta é a terceira derrota em sete jogos e o treinador parece acusar o golpe.

Bruno Henrique parou na marcação do Flu (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

– Nós ‘só’ criamos 21 oportunidades de gols. Quase sempre criamos mais que o dobro que os adversários. Por que o Pedro não marcou gols? Não sei te dizer como o Pedro não conseguiu finalizar com chance clara de gols. Finalizamos bastante mas não concluímos em gols – bradou o treinador.

Publicidade

Boa parte da torcida perdeu de vez a paciência com Ceni. Além disso, a incapacidade do treinador de assumir erros contribui para o desgaste nessa relação. As más atuações são, portanto, sempre culpa dos desfalques, do gramado, do excesso de jogos…

Relacionadas

Por que tirou Michael e deixou BH em campo?

Neste domingo, na Arena Neo Química, Michael fez uma de suas melhores partidas pelo Flamengo, embora tenha falhado algumas vezes nas finalizações de longe. Bruno Henrique, entretanto, estava irreconhecível e não acertou nada que tentou. No segundo tempo, Ceni tira Michael e deixa BH em campo.

Michael (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

– Rodada passada deveria ter tirado antes, hoje tirei e errei? O certo de ontem é o errado de hoje. Terminamos o jogo com três atacantes, buscando a vitória da partida. Infelizmente no fim do jogo acabamos tomando o gol do Fluminense – afirmou.

Publicidade

O Fluminense venceu a partida num lance que teve assistência e conclusão de jogadores da base. Cene se defendeu mais uma vez em tom de ironia.

– Acho que sempre tem que olhar com carinho pra base. No último jogo nós acabamos só com seis jogadores da base no campo. Hoje nós trouxemos só nove jogadores da base – ironizou.

Mais! Filipe Luís: ‘O desgaste da sequência de jogos é grande’

Publicidade

O Flamengo caiu para décimo lugar na tabela e segue sem conseguir embalar no Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira, a equipe tem pela frente o duelo contra o rival Atlético-MG, no Mineirão. Vale lembrar que foi o Galo que derrubou o técnico Domènec Torrent no final do ano passado com uma goleada por 4 a 0 em Belo Horizonte.

Comentários