Publicidade

Clubes gostavam de ver seus craques na Seleção Brasileira (Arquivo CBF) Clubes gostavam de ver seus craques na Seleção Brasileira (Arquivo CBF)

Quando foi a última vez que seu time cedeu um jogador para a Seleção Brasileira em uma Copa? Atualmente a maioria dos relacionados jogam em clubes do exterior. Mas antigamente havia muita rivalidade dos clubes brasileiros para aparecerem na lista final da Amarelinha.

Para quem não se lembra ou quer recordar coisas boas, o MQJ responde a esta pergunta. Confira:

Publicidade

Corinthians

Ricardinho representou o Corinthians em 2006 (Arquivo CBF) Ricardinho representou o Corinthians em 2006 (Arquivo CBF)

A última vez que o Corinthians contou com um participante em uma Copa do Mundo, com a camisa da Seleção Brasileira, foi em 2006 na Alemanha. Ricardinho era um dos homens de confiança de Carlos Alberto Parreira pela experiência, embora não tenha sido titular.

Palmeiras

Publicidade

A última vez que o Palmeiras teve um jogador convocado para a Copa do Mundo foi em 2002, na Ásia. Mas também o nome foi fundamental para a conquista do penta. Trata-se do goleiro Marcos, o São Marcos, que teve grandes atuações no Mundial.

Santos

Robinho defendia o Santos em 2010 (Arquivo CBF) Robinho defendia o Santos em 2010 (Arquivo CBF)

O atacante Robinho foi o último jogador do Santos a jogar um Mundial pela Seleção Brasileira. Foi em 2010, quando era um dos principais nomes do time comandado por Dunga e que foi eliminado pela Holanda nas quartas de final.

Publicidade

São Paulo

A última vez que o São Paulo teve jogadores convocados para uma Copa do Mundo pela Seleção Brasileira foi em 2006, na Alemanha, quando Carlos Alberto Parreira era o comandante. E foram logo dois de uma vez. O principal deles o goleiro Rogério Ceni, um dos maiores ídolos da história do clube. O outro foi Mineiro, chamado às pressas depois de Edmilson ser cortado por lesão. Nenhum dos dois foi titular.

Botafogo

Jefferson foi o último do Botafogo, clube que mais cedeu para a Seleção Brasileira (Arquivo CBF) Jefferson foi o último do Botafogo, clube que mais cedeu (Arquivo CBF)

Publicidade

O goleiro Jéfferson foi o último jogador do Botafogo convocado para a Seleção Brasileira. Foi na Copa do Mundo de 2014 e ele ficou na reserva de Júlio César. O arqueiro botafoguense seguiu no time canarinho após o Mundial, já sob o comando de Dunga, pegando inclusive um pênalti batido por Messi. porém, acabou caindo em desgraça após a má estreia do Brasil nas Eliminatórias para 2018 e foi preterido, com Alisson assumindo o posto. Uma lesão em 2016 praticamente afastou o sonho de Jéfferson de jogar o próximo Mundia.

Flamengo

O volante Kléberson disputou a Copa do Mundo de 2010 e sua convocação na época foi questionada porque ele não atravessava um grande momento. O jogador, porém, foi o último atleta que defendia o Flamengo a disputar o torneio mais importante de seleções do planeta.

Publicidade

Leia mais:

Quatro vezes de Ángel Romero polêmico em clássicos paulistas
Qual a maior vítima de Messi? Veja quem já sofreu com o craque argentino
Lateral-artilheiro, Pikachu vira arma e iguala melhor marca de gols pelo Vasco
Cristiano Ronaldo pronto para decidir e com melhor média da carreira
Manchester City pode quebrar sete recordes da Premier League
Corinthians e Premiere revoltam rivais com bandeirão
Mais um craque na Copa do Mundo? Ibrahimovic deixa a possibilidade no ar

Fluminense

Publicidade

– O atacante Fred disputou a Copa do Mundo de 2014 na condição de principal esperança de gols. O jogador, porém, teve atuações apáticas e acabou sofrendo até mesmo com comparações com um “cone”. Ele, porém, foi o último jogador do Fluminense convocado para um Mundial.

Vasco

A Copa do Mundo de 1998 foi a última a ter um jogador do Vasco defendendo a Seleção Brasileira. O nome dele é Carlos Germano. O goleiro foi um dos pilares na conquista da Copa Libertadores daquele ano e era reserva de Taffarel no Mundial.

Publicidade

Atlético-MG

Jô representou o Galo em 2014 (Arquivo CBF) Jô representou o Galo em 2014 (Arquivo CBF)

O goleiro Víctor e o atacante Jô foram os últimos convocados do Atlético-MG para uma Copa do Mundo. Foi em 2014, quando o goleiro era o terceiro na lista de Luiz Felipe Scolari, atrás do titular Júlio César e de Jéfferson. Sua vaga foi conquistada após um grande ano com a camisa do Atlético-MG, em 2013, quando foi um dos principais nomes na conquista da Copa Libertadores.

Jô foi outro a se beneficiar da boa campanha do Galo no torneio continental. O artilheiro foi reserva de Fred no torneio.

Publicidade

Cruzeiro

O lateral-esquerdo Gilberto foi um dos jogadores mais experientes a servir Dunga e à Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010. Naquele momento o jogador, que já tinha defendido vários clubes na carreira, jogava pelo Cruzeiro.

Sul teve representantes importantes

Internacional

Taffarel foi a última vez do Inter na Seleção (Arquivo CBF) Taffarel foi a última vez do Inter na Seleção (Arquivo CBF)

O Internacional foi bicampeão da Libertadores, campeão mundial e ganhou diversos títulos nos últimos anos. Porém, não tem um jogador na Seleção Brasileira em uma Copa do Mundo desde a edição de 1990 na Itália. Naquele ano, o goleiro Taffarel foi titular absoluto do time de Sebastião Lazaroni, que despencou nas oitavas de final diante da Argentina.

Grêmio

O Grêmio não tem um jogador convocado para a Seleção Brasileira desde 2002. Naquela ocasião, no torneio disputado na Coréia do Sul e no Japão, o zagueiro Anderson Polga, reserva de Luiz Felipe Scolari, representou as cores gremistas.

 

Atlético-PR

Kleberson foi o primeiro e único do Furacão em uma Copa (Arquivo CBF) Kleberson foi o primeiro e único do Furacão em uma Copa (Arquivo CBF)

O volante Kléberson despontou para o futebol defendendo as cores do Atlético-PR. E foi pelo Furacão que foi convocado por Luiz Felipe Scolari para a Seleção Brasileira, assumindo a condição de titular e se tornando peça chave na conquista do caneco em terras asiáticas.