Publicidade

A contagem regressiva aponta: faltam 100 dias para a Copa do Mundo da Rússia. Na próxima semana, Tite vai convocar a Seleção Brasileira para os últimos dois testes (amistosos contra a Rússia e Alemanha) antes da lista final para o Mundial. O técnico, em entrevista ao “Uol”, já declarou que 16 nomes estão garantidos. Ou seja, faltam sete vagas na Seleção.

Tite busca sete nomes para a Seleção Brasileira | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Os goleiros Alisson e Ederson, os laterais Daniel Alves e Marcelo, os zagueiros Maquinhos, Miranda e Thiago Silva, os meio-campistas Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Fernandinho, Willian e Philippe Coutinho e os atacantes Neymar, Gabriel Jesus e Firmino estão previamente convocados para a Copa do Mundo, como Tite deixou claro.

Leia mais:

Publicidade

Quatro vezes de Ángel Romero polêmico em clássicos paulistas
Qual a maior vítima de Messi? Veja quem já sofreu com o craque argentino
Lateral-artilheiro, Pikachu vira arma e iguala melhor marca de gols pelo Vasco
Cristiano Ronaldo pronto para decidir e com melhor média da carreira
Manchester City pode quebrar sete recordes da Premier League
Corinthians e Premiere revoltam rivais com bandeirão
Mais um craque na Copa do Mundo? Ibrahimovic deixa a possibilidade no ar

O técnico falta escolher um goleiro, dois laterais, um zagueiro, dois meias e um atacante. A próxima convocação vai dar uma boa base de quem está na frente pelas últimas vagas. Até aqui, Tite já convocou 60 atletas, contando com o amistoso contra a Colômbia, denominado “Jogo da Amizade” em homengem à Chapecoense, que contou apenas com jogadores que atuavam no futebol brasileiro.

A briga na Seleção Brasileira

Tite, até aqui, já convocou oito goleiros. Muralha, emprestado pelo Flamengo ao futebol japonês e presente em três convocações, pode ser considerado carta fora do baralho. Cássio, do Corinthians, é considerado o favorito ao posto de terceiro goleiro. Marcelo Grohe e Diego Alves já foram chamados pelo técnico. Outra possibilidade é Neto, do Valencia. Porém, ele ainda não teve chance com treinador.

Publicidade

O técnico ainda não definiu os laterais reservas. A briga na esquerda, ao que tudo indica, é entre Alex Sandro, da Juventus, e Filipe Luís, do Atlético de Madrid. Na direita, Fagner, do Corinthians, e Danilo, do Manchester City, são os mais cotados. O técnico também já declarou que observa Edilson, do Cruzeiro. Ao todo, Tite já convocou 12 laterais.

Na zaga, Jemerson, do Monaco, aparece como favorito. Geromel, do Grêmio, e Rodrigo Caio, do São Paulo, também têm chances. Ao todo, Tite já convocou dez zagueiros.

A disputa maior, ao que tudo indica, é no meio de campo. Nomes como Diego, do Flamengo, Giuliano, do Fenerbahçe, Fred, do Shakhtar Donetsk, Arthur, do Grêmio, Lucas Lima, do Palmeiras, e Rodriguinho, do Corinthians, brigam pelas últimas vagas. Jadson, do Corinthians, tal qual Edilson, vem sendo observado recentemente. Até agora, Tite já convocou 19 atletas para o meio-campo.

Publicidade

A vaga para o ataque também está bem indefinida. Tite observa Talisca, do Besiktas, e Malcom, do Bordeaux, que até agora não foram chamados. Taison, Douglas Costa, Luan e Diego Souza são nomes mais fortes na briga. O técnico, ao todo, já convocou 11 atacantes.