Publicidade

O Botafogo abriu mão do controle do jogo no clássico com o Flamengo. O Rubro-Negro teve amplo domínio da posse de bola, mas no quesito finalizações, houve equilíbrio. Auxiliar de Eduardo Barroca, Felipe Lucena, apontou que o Alvinegro teve chance de empatar.

Felipe Lucena (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Lucena, que comandou o time na derrota por 1 a 0 neste sábado devido ao afastamento de Barroca por Covid, comentou sobre a partida em sua coletiva.

– Tínhamos combinado de começar o jogo bem forte, e começamos em cima, tivemos o mesmo número de finalizações. Independente da posse, que foi maior deles, finalizamos a mesma quantidade. Com o andamento, com a qualidade do adversário, eles foram empurrando o Botafogo para trás. Tivemos chance no final de empatar, mas não adianta agora lamentar – analisou.

Publicidade

Embora o Botafogo se encontre em situação difícil na tabela do Campeonato Brasileiro, Lucena acredita na recuperação. O auxiliar, portanto, minimizou a derrota e destacou os pontos positivos do time.

Leia também:

Flamengo vence o Botafogo com gol de Everton Ribeiro

Publicidade

Kalou acredita na permanência e Honda promete lutar

– Chegamos aqui para passar mais confiança, entender que eles podem. Não vai ser uma derrota num clássico, num gol esporádico, as duas equipes finalizaram o mesmo número de vezes no gol. Então temos 15 jogos pela frente para tirar o Botafogo dessa situação. Defensivamente fomos bem fortes, fomos uma equipe sólida e consciente. Não é nada que vai abalar nossa confiança – afirmou.

Entretanto, o caminho do Botafogo não será fácil. Já na quarta-feira, o Alvinegro visita o líder São Paulo no Morumbi, em jogo adiado da 18ª rodada. Além disso, no sábado, encara o Inter no Beira-Rio.

Publicidade

O Botafogo é o vice-lanterna do Brasileiro com apenas 20 pontos e três vitórias em 23 jogos.