Publicidade

Falta de confiança pode ser um dos principais problemas do Botafogo. Quem compartilha desta opinião é o técnico Ramón Díaz, que teve uma passagem curta à frente do time. O argentino foi anunciado no início de novembro, mas com a falta de resultados, foi demitido apenas 22 dias depois. No meso dia, a diretoria anunciou a volta de Eduardo Barroca.

Ramón Díaz conversou com os jogadores, mas não treinou o time (Foto: Gabriel Baron/Botafogo)

A saída do treinador e sua comissão técnica surpreendeu o elenco, que estava gostando dos novos métodos de trabalho. Ramón Díaz não chegou a comandar a equipe devido a um problema de saúde, mas a comissão técnica liderada pelo seu auxiliar e filho, Emiliano Díaz ficou responsável.

Leia também:

Publicidade

Problema! Barroca tem desfalques na zaga
Assistente de Barroca tenta encontrar explicação para goleada do Botafogo

A mudança no comando não surtiu ainda o efeito desejado, pelo contrário. A equipe sofreu duas derrotas seguidas, inclusive uma goleada por 4 a 0 para o São Paulo. Em campo, foram duas atuações muito ruins e o time parece perdido como nunca.

Ramón defendeu trabalho feito

Em entrevista ao “Canal do TF”, Ramón Díaz disse que o time precisa de mudanças, e defendeu o trabalho que vinha sendo feito.

Publicidade

– A equipe precisa de mudança pra sair dessa situação. Se não muda vai ser bastante difícil. Quando se está nessa situação, é preciso ter confiança em todos os sentidos, os dirigentes, o treinador e os jogadores, para que tudo que se faça se tenha confiança. Sem ter confiança é muito difícil sair desta situação – afirmou Ramón Díaz.

– Creio que a equipe tem jogadores de muito boa qualidade. E o trabalho que estava fazendo Emiliano com todo o corpo técnico era de uma pressão alta e que seja protagonista. Era a única forma de sair dessa situação. Estavam fazendo mudanças que poderiam tirar o Botafogo dessa situação – defendeu.

Ramón Díaz dá conselho a Barroca

Eduardo Barroca substituiu Ramón Díaz, mas ainda não ganhou (Foto: Divulgação)

O treinador revelou que assistiu a partida da última quarta no Morumbi, e deu um conselho a Eduardo Barroca.

Publicidade

– O que posso aconselhar é que aos jogadores tem que dar confiança, respaldo e tranquilidade, e que nessa situação adote uma postura diferente, muito diferente pelos resultados. Nessa situação precisa conseguir os resultados. E isso só se consegue com trabalho e muita confiança nos jogadores, e todos tem que trabalhar unidos. Todos esperamos isso. Na última partida assisti e é preciso mudança, todos precisam mudar para que o Botafogo saia dessa situação. Tem que mudar – disse.

Ramón Díaz ainda não sabe qual será seu próximo passo na carreira, mas se disse muito motivado e espera em pouco tempo estar trabalhando. Ele disse ainda que gostaria de voltar ao Brasil.

– Um dos últimos desejos que tenho é vencer no Brasil, concluiu.

Publicidade

O Botafogo é o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas 20 pontos em 24 jogos. Restam 14 partidas para a equipe escapar do rebaixamento à Série B em 2021.