Publicidade

O Botafogo viu o Vasco abrir vantagem na final da Taça Rio. O rival venceu o jogo de ida, neste domingo, no Estádio Nilton Santos, por 1 a 0. Desta maneira, o Fogão vai precisar vencer por dois gols de diferença para ser campeão ou por um para levar a decisão para os pênaltis. O resultado não abala a confiança do time. PV vê o Botafogo com condições, mas faz alerta.

– Não está mais distante. Perdemos pelo placar mínimo, que dá para reverter. Temos de melhorar na segunda partida para sair campeão da Taça Rio – declarou PV.

PV Botafogo PV não joga a toalha na Taça Rio | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

Após três partidas seguidas sem ser vazado, o Botafogo voltou a levar um gol. Sousa se enrolou com a bola, o Vasco pressionou, recuperou a posse e viu Cano fazer o gol da vitória.

Publicidade

– Faltou atenção à nossa defesa, mas terminamos com a melhor defesa do campeonato, isso é importante – analisou PV.

Relacionadas

Cano Vasco

O Botafogo ficou na bronca com a arbitragem. No segundo tempo, Galarza acertou Ronald dentro da área. O juiz Rafael Martins de Sá não apontou a penalidade. A Taça Rio não tem VAR.

No sábado, às 15h05, o Botafogo visita o Vasco, em São Januário, no segundo jogo da decisão. A Taça Rio tem uma premiação de R$ 1 milhão.

Comentários