Publicidade

Em situação complicada no Campeonato Brasileiro, o Botafogo enfrenta o Santos, neste domingo, às 16h, na Vila Belmiro. É mais um reencontro com Cuca, um técnico especial para a torcida do Fogão. O MQJ Memória pega carona no duelo para relembrar a trajetória de Cuca pelo Botafogo, em especial o “Carrossel Alvinegro” de 2007.

Cuca Botafogo

Cuca já recebeu homenagem do Botafogo | Foto: Vitor Silva SSPress / Divulgação

Cuca chegou ao Botafogo em 2006. O objetivo? Tirar o clube da zona de rebaixamento do Brasileiro. Conseguiu. No ano seguinte, surgiu o “Carrossel Alvinegro” que tanto orgulhou a torcida e o técnico.

MQJ Memória: Copinha da saudade! Relembre craques revelados pelo torneio

Publicidade

O futebol do Botafogo em 2007 chamou a atenção. Cuca armou um time ofensivo, com variações táticas e envolvente. A engrenagem da equipe funcionou. O lateral-esquerdo Luciano Almeida se comportava como zagueiro e liberava Joílson, na direita, para atacar. Jorge Henrique e Zé Roberto exploravam a velocidade e perturbavam as zagas rivais, municiados por Lucio Flavio. E Dodô era o homem-gol.

MQJ Memória: Botafogo perdeu Clei, o lateral que morreu por engano

O time-base do Carrossel Alvinegro foi o seguinte: Júlio César; Joílson, Alex, Juninho e Luciano Almeida; Túlio Guerreiro, Leandro Guerreiro, Lucio Flavio e Zé Roberto; Jorge Henrique e Dodô. O elenco ainda contava com nomes como Alessandro, Renato Silva, Diguinho e André Lima.

Publicidade

MQJ Memória: Berg, o anjo loiro do Botafogo

Botafogo de 2007 na bronca com arbitragem

Foi um time que deu liga, encantou e marcou época. Está sempre na lembrança do torcedor do Botafogo como referência de futebol bonito. O “pecado” foi que faltou um título para coroar. E aqui entram as polêmicas.

O Botafogo bateu na trave no Campeonato Carioca de 2007. O time perdeu a final nos pênaltis para o Flamengo. A bronca é com a expulsão de Dodô, na reta final do jogo, por chutar a bola para o gol com o jogo parado. A reclamação é ainda maior na Copa do Brasil. O Fogão foi eliminado na semifinal para o Figueirense, mas teve dois gols anulados no Maracanã.

Cuca sai e volta ao Botafogo após 11 dias

Publicidade

O Botafogo caiu na Copa Sul-Americana para o River Plate. Cuca, então, deixou o Botafogo. Por onze dias… Mário Sérgio assumiu e teve uma passagem relâmpago, de apenas três jogos. Cuca foi chamado para voltar e aceitou.

Dodô Botafogo

Dodô em ação contra o River pela Sul-Americana | Foto: ALEJANDRO PAGNI/AFP via Getty Images

No Brasileiro, o “Carrossel Alvinegro” chegou a ser sensação e liderou o torneio. O time teve atuações marcantes, como a goleada por 4 a 0 sobre o Vasco, 3 a 0 sobre o Grêmio e 4 a 1 sobre o Cruzeiro. Porém, oscilou e terminou o Brasileirão na nona colocação.

A trajetória de Cuca pelo Botafogo terminou em 2008, após eliminação nos pênaltis para o Corinthians na semifinal da Copa do Brasil. De lá para cá, o treinador sempre fala com carinho sobre o Fogão e alimenta o desejo de um dia voltar.