Publicidade

Marco Antônio não tem o mesmo cartaz de Chay e Rafael Navarro, mas também é uma peça fundamental para o Botafogo. Um “coadjuvante” de luxo. Ou um “protagonista discreto”. O meia, de 23 anos, é um dos nomes de destaque nesta arrancada do Fogão rumo à Série A.

Na sexta-feira, Marco Antônio abriu o caminho para a importante vitória sobre o CRB, no Estádio Nilton Santos, em duelo direto na briga pelo acesso. Um resultado que fez com o Botafogo voltasse a ter uma gordurinha.

Marco Antônio Botafogo Marco Antônio é peça fundamental | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

Os números de Marco Antônio comprovam a importância do meia para o Botafogo. Ele chegou a cinco gols nesta Série B. Como tem três assistências, ele soma oito participações direitas em gols. Só fica atrás justamente de Chay e Rafael Navarro no Fogão.

Relacionadas

Enderson Moreira Botafogo
Enderson Moreira Botafogo

Publicidade

Navarro tem 18 participações diretas (são dez gols e oito assistências) na Série B, enquanto Chay vem na sequência, com 14 (oito gols e seis assistências). Marco Antônio estava empatado com Warley (três gols e quatro assistências) e Diego Gonçalves (cinco gols e duas assistências).

MAIS! Botafogo avança no processo de arrumar a casa financeiramente

Além dos números, Marco Antônio tem uma função tática importante, que dá equilíbrio ao time. É mais um exemplo de jogador que subiu de produção com o técnico Enderson Moreira, a ponto de ser possível considerá-lo como um titular inquestionável, justamente ao lado de Chay e Navarro, no setor ofensivo.

Publicidade

Neste momento decisivo de Série B, Marco Antônio é um dos trunfos do Botafogo na briga pelo acesso. O clube carioca tem mais um desafio nesta terça-feira. O Fogão enfrenta o Cruzeiro, às 21h30 (de Brasília), no Independência.

Vice-líder da Série B, com 51 pontos, o Botafogo busca dar mais um passo rumo à Série A.

Comentários