Publicidade

A trajetória de Honda com a camisa do Botafogo está perto do fim. O meia japonês pediu para deixar o clube. Presidente eleito, Durcesio Mello já foi comunicado e uma reunião entre o atleta e o departamento de futebol ainda vai acontecer.

Honda Botafogo Trajetória de Honda no Botafogo está perto do fim | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

Honda renovou contrato com o Botafogo até o fim do Brasileiro, que vai terminar em fevereiro de 2021. Porém, deve abreviar a trajetória pelo clube carioca após 27 jogos e três gols.

MAIS! Na luta contra a degola, Barroca está à procura da escalação ideal no Botafogo

Publicidade

O meia japonês está lesionado – machucou a coxa esquerda na vitória do Botafogo sobre o Coritiba, pela 26ª rodada. A previsão é a de que pudesse voltar a atuar na reta final do Brasileiro.

LEIA MAIS! No Instagram, Jobson se oferece para defender o Botafogo

Honda tem proposta do futebol europeu – a janela de transferências abre em janeiro. O japonês precisa de um tempo para definir o futuro após acertar os trâmites da rescisão de contrato com Botafogo.

A trajetória de Honda pelo Botafogo

Publicidade

Reforço internacional, Honda chegou ao Botafogo em fevereiro nos braços da torcida. Cerca de dez mil torcedores recepcionaram o meia japonês no aeroporto. Em função da pandemia da Covid-19, ele só atuou com portões fechados e sem torcida no estádio.

LEIA MAIS! Organizada do Botafogo revela cobrança a Benevenuto e Babi

Em novembro, Honda abriu uma crise no clube. Quando o Botafogo demitiu o técnico Ramón Díaz, o meia japonês postou no Twitter que pensava em deixar o Fogão, caso não fosse convencido. O episódio gerou incômodo, mas foi contornado.

Publicidade

Agora, a trajetória está perto de ser abreviada. A rescisão de Honda com o Botafogo deve ser oficializada ainda nesta semana.