Publicidade

O Botafogo, rodada a rodada, vai se aproximando do acesso. A situação é favorável. Entretanto, a sensação é de que poderia ser ainda melhor, não fosse a oscilação como visitante. Até pela “gordurinha” criada, a estratégia carioca fora de casa tem sido mais conservadora.

A postura do time de Enderson Moreira tem sido a de esperar mais o adversário e buscar o contra-ataque. Além disso, nota-se uma preocupação em controlar o jogo, para evitar correr riscos. A questão é que este controle não vem sendo acompanhado de um volume ofensivo maior. Sendo assim, a sensação é a de que o empate já está de bom tamanho. Foi assim nos dois últimos jogos fora de casa.

Enderson Moreira Botafogo Enderson Moreira aponta o caminho para o acesso | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

No empate por 1 a 1 com o Goiás, em Goiânia, nesta terça-feira, o Botafogo viu o rival finalizar o dobro de vezes (16 contra 8). No 0 a 0 com o Cruzeiro, em Belo Horizonte, a estatística foi ainda pior: 25 chutes dos mineiros contra três do Fogão.

Relacionadas

Enderson Moreira Botafogo

Publicidade

O recorte como visitante mostra como o Botafogo poderia estar ainda mais confortável na Série B. O Fogão tem apenas a 12ª melhor campanha fora de casa: são 16 pontos (três vitórias, sete empates e seis derrotas). O clube carioca não ganha longe do Rio há quatro rodadas (três empates e uma derrota).

E o Gatito? Botafogo prega calma com retorno do goleiro

Botafogo vai com ‘segurança’ rumo ao acesso

Este cenário indica que a estratégia do Botafogo nesta reta final de Série B é confiar no retrospecto como mandante – o melhor, com sobras, com 40 pontos – e ir “ponto a ponto” como visitante.

Publicidade

O Botafogo tem mais três jogos como mandante e três como visitante. O Fogão tem cinco pontos de frente para o quinto colocado, o CRB. Na vice-liderança da Série B, com 56 pontos, o clube carioca volta a campo na quarta-feira, para enfrentar o Confiança, no Nilton Santos.

Comentários