Publicidade

Nada de euforia para que o Botafogo não tenha surpresas na Série B do Campeonato Brasileiro. Esta é a estratégia do técnico Enderson Moreira, que tem trabalhado no sentido de blindar todo o plantel alvinegro.

O time vive grande fase desde a chegada do treinador. Enderson Moreira assumiu o comando do Botafogo na 14ª rodada da Série B, quando o time somava apenas 13 pontos na tabela de classificação. De lá para cá, com 11 jogos disputados, o time somou mais 28 pontos e protagonizou a maior arrancada da competição.

Enderson Moreira Botafogo Enderson Moreira colocou o Botafogo nos trilhos (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Mas apesar da boa fase, o treinador não se empolga e mantém os pés no chão quando o assunto é chegar entre os quatro primeiros colocados. Bicampeão da Segundona em 2012 e 2017, com Goiás e América-MG, respectivamente, ele fala com conhecimento de causa.

Publicidade

MAIS! Botafogo se livra da Chaydependência

– A coisa mais difícil foi recuperar essa distância para o líder que era o Náutico tão rapidamente, era muito grande. Vamos nos dedicar cada vez mais, é uma competição muito traiçoeira – afirmou em participação no programa Bem Amigos, no SporTV.

Embora os matemáticos estejam prevendo que 62 pontos sejam suficientes para conseguir terminar no grupo de acesso, Enderson é mais cauteloso.

Publicidade

– Qualquer tipo de projeção eu fico com muito receio. Tenho falado para os atletas para concentrar única e exclusivamente nos três pontos. A matemática pode variar para cima e para baixo – alertou o treinador alvinegro.

Enderson lembrou Série B histórica

Enderson justificou seu temor relembrando a temporada de 2012, na qual o Goiás foi campeão com 78 pontos e o São Caetano-SP, com 71, ficou fora do G-4.

– Acredito que essa situação de 71 pontos não vai acontecer mais. Não sou muito bom nessa projeção, mas talvez 68 pontos. Assim confio nisso – concluiu.

Relacionadas

Publicidade

Com quatro vitórias seguidas, o Botafogo se prepara para receber o Náutico, no próximo sábado. Ex-líder da competição, a equipe pernambucana ainda luta por um lugar no G-4.

Comentários