Publicidade

E assim, Enderson Moreira chega ao Botafogo, numa sequência de fracassos que parece não ter fim em General Severiano. O novo treinador tem a difícil missão de estancar a sangria no Alvinegro, que iniciou com o fiasco na Série A do ano passado. Mas, o que o torcedor pode esperar dessa “renovação” no comando do time? Muito pouco, a considerar os fatos e os números.

Enderson Moreira assume o Botafogo, mas futuro continua uma incógnita - Foto: Instagram Enderson Moreira assume o Botafogo, mas futuro continua uma incógnita – Foto: Instagram

O mais recente trabalho de Enderson Moreira foi no Fortaleza, mas foi demitido em abril. Curiosamente é uma história que se repete, pois à época, quando assumiu o time cearense, entrou no lugar de Marcelo Chamusca. Justamente a quem vai suceder agora no Botafogo.

A diretoria anunciou o nome de Enderson logo após a derrota para o Goiás, clube no qual o treinador trabalhou antes de assumir o Fortaleza. Sob seu comando, o Esmeraldino fez campanha sofrível, com três empates, sete derrotas e vitória alguma, deixando o clube na lanterna da Série A do Brasileirão de 2020. Foi cortado por esse motivo.

Leia também

Publicidade

Botafogo perde para o Goiás em casa e mergulha de vez na crise

Botafogo tentou fechar com Marcelo Cabo antes do Goiás

Mbappé, Neymar, Haaland… Monte um timaço com o valor do Fundo Partidário

Publicidade

No Fortaleza, Enderson totalizou 12 vitórias, quatro empates e sete derrotas. Entretanto, não fez o suficiente para o clube não cair para a Série B. Pesa a favor do treinador, no entanto, duas performances coincidentemente na Série B. São dois títulos na Segunda Divisão, sendo um com o mesmo Goiás, em 2012, e outro com o América Mineiro, em 2017.

Derrota para o Goiás em casa: projeto de retornar à elite vira luta por sobrevivência na Série B (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Enderson em definitivo

Assim, o técnico chega ao Botafogo como uma incógnita. Uma ciranda que envolve personagens de uma história repetitiva e que ronda mais a Série B do que a elite do futebol brasileiro. Vale lembrar que, conforme as novas regras do futebol brasileiro, Enderson Moreira chega para ficar. Pelo menos até a próxima temporada.

Relacionadas

Ricardo Resende Botafogo (1)

Em razão da nova regra para as séries A, B e C, cada clube só pode demitir o treinador uma vez. Marcelo Chamusca já foi e Enderson só poderá sair se alguém dentro da casa assumir.

Publicidade

Numa visão otimista, no entanto, Enderson Moreira terá mais uma vez a chance de dar a volta por cima. O renascimento tem início marcado para o próximo sábado (24), quando o Botafogo volta a campo, às 16h30. O adversário será o Confiança, em Aracaju, no Batistão, pela 14ª rodada da Série B.

Comentários