Publicidade

O Botafogo está em situação cada vez mais complicada no Campeonato Brasileiro. A derrota para o Fortaleza deixou os alvinegros estagnados na penúltima colocação da Série A.

Emiliano Díaz admitiu que comissão técnica terá trabalho (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

O auxiliar Emiliano Díaz, filho do técnico Ramón Díaz, admitiu o momento complicado do Botafogo.

– Sabíamos que a situação era complicada quando chegamos aqui. E que seria necessário trabalhar em todos os aspectos táticos, físicos, psicológicos. Então, o único que resta é trabalhar, trabalhar. Acredito na nossa capacidade, na nossa forma de trabalhar. Falar pouco e trabalhar muito. Principalmente pelo Botafogo, que confiou em nós. Não tenho dúvida que vamos sair dessa – disse.

Publicidade

Díaz adiantou que a comissão técnica já tem a matemática para se livrar do rebaixamento no Brasileiro.

– Sabemos que não temos tempo, que temos que ganhar oito de 17 partidas para ficarmos tranquilos. O objetivo que estamos buscando. E vamos conseguir, não tenho dúvida. É falar pouco e trabalhar muito. Sabíamos que seria difícil desde o primeiro momento. Acreditamos no nosso elenco e há que ter otimismo. Nesse momento se mostra quem é homem. Vamos dar o máximo da nossa parte – declarou.

Leia também:

Publicidade

Botafogo perde para o Fortaleza e segue na degola

Cavalieri: ‘Temos que buscar uma sequência de vitórias’

O Botafogo volta a campo nesta quarta-feira, quando encara o líder Atlético-MG, em Belo Horizonte.