Publicidade

A insistência em dar oportunidades aos meias Felipe Ferreira e Marcinho no Botafogo estão gerando críticas ao trabalho do técnico Marcelo Chamusca. Os dois trabalharam com ele no Cuiabá. Mas Chamusca nega preferências e garante que todos têm chances iguais no Botafogo.

Embora com um elenco limitado e nenhum reforço de peso, o treinador vem sendo apontado por muitos como o responsável pelo fracasso no carioca e na Copa do Brasil. Contra o Nova Iguaçu, triunfo por 1 a 0, Felipe não entrou. Mas Marcinho atuou no segundo tempo e recebeu cartão vermelho pouco tempo depois de entrar em campo. Assim as críticas aumentaram.

Marcelo Chamusca Botafogo Chamusca desabafou após vitória do Botafogo (Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação)

Restando três semanas para o início da série B, Chamusca balança no cargo. O desempenho nos jogos das finais da Taça Rio contra o Vasco podem decretar sua demissão antes mesmo do início do Brasileiro.

Publicidade

MAIS! Marcinho vive drama pessoal no Botafogo

Em resposta às insinuações de que ele privilegia um grupo de jogadores com os quais trabalhou em outros clubes, Chamusca desabafou.

– Todos os jogadores que foram contratados são do Botafogo, não é de fulano, beltrano, não tem jogador de Chamusca. Não sou empresário. Os que vieram e trabalharam comigo foram analisados e passaram por todos os protocolos que o clube faz para contratações. Procuramos escolher os melhores durante a semana, de acordo com adversário e plano de jogo. Não existe jogador A ou B, existem jogadores do Botafogo – disse o treinador à Botafogo TV.

Marcinho é o grande alvo

Marcinho entrou no segundo tempo contra Nova Iguaçu. Mas foi expulso (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Publicidade

O atacante Marcinho seria um dos supostos beneficiados pelo favorecimento do treinador.

– Tem tido algumas dificuldades, precisa melhorar muito na parte técnica. Mas entrega, trabalha, por já ter trabalhado com ele sei o que pode proporcionar. Hoje considerei a parte tática, por isso o escolhi. Concordo que o atleta precisa sim melhorar, estamos trabalhando para isso. Tem potencial para apresentar muito mais que o que está desenvolvendo – afirmou.

Relacionadas

Marcelo Chamusca Botafogo

O grande objetivo do Botafogo na temporada é conquistar o acesso à série A do Brasileiro. Os dois duelos contra o Vasco, que também está na segunda divisão, pelas finais da Taça Rio, servirão de parâmetro para avaliar a competitividade da equipe.

Publicidade

Assim, como uma troca de treinador no meio da competição não é vista com bons olhos pelo comando do futebol alvinegro, não será surpresa se Chamusca for demitido em caso de fracasso contra o Cruzmaltino na primeira partida, no próximo domingo.

Comentários