Publicidade

A torcida do Botafogo vem mostrando preocupação com o time, que já foi eliminado na Copa do Brasil e no Campeonato Carioca. Após mais uma semana de treinamento, o Fogão ficou no empate sem gols com o Nova Iguaçu, neste domingo, no Nilton Santos, pelo jogo de ida da semifinal da Taça Rio. Um resultado frustrante e uma atuação que não empolgou, mas o técnico Marcelo Chamusca vê evolução no Botafogo.

O treinador usou dados do jogo contra o Nova Iguaçu para defender o argumento de que o Botafogo vem evoluindo com as semanas de trabalho.

Marcelo Chamusca Botafogo Marcelo Chamusca destaca processo de maturação do elenco | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

“O Botafogo, nestes últimos dois jogos, teve melhoras em vários aspectos. Passamos a ter recuperação de bola no campo do adversário. Por exemplo, no jogo passado, fizemos 19 desarmes no campo do adversário, que era aspecto que vínhamos tendo muita dificuldade. Voltamos a ter número acentuado, foram 15 vezes, um pouco menos do que no último jogo. Tivemos primeiro tempo muito bom, com controle do início de jogo. O adversário finalizou a primeira bola aos 30 minutos”, declarou Chamusca.

Chamusca aponta problema a corrigir no Botafogo

Relacionadas

Carlos Roberto Botafogo

Publicidade

O comandante apontou um problema que o Botafogo vem sofrendo neste começo de temporada e voltou a destacar aspectos que julga que o time mostrou evolução.

“Nós construímos algumas chances de abrir o marcador no primeiro tempo, mas aconteceu algo parecido com o que aconteceu na primeira fase. Time não faz o gol e fica muito ansioso e começa a atropelar as ações. No segundo tempo tivemos baixa de performance no geral. De fato, conseguimos melhorar em vários aspectos, no físico, tático, time mais consistente, encorpado, mas é claro que são jogadores jovens. Terminamos o jogo com seis atletas formados no clube. Kanu, Sousa, PV, Romildo, Matheus Nascimento e Ênio. Então são jovens que acabam ficando ansiosos, faz parte do processo de maturação. Não ficamos satisfeitos, mas são 180 minutos, temos mais 90 minutos para vencer e avançar para a final”, acrescentou Chamusca.

O técnico vai ter mais uma semana livre para treinar. O Botafogo volta a campo no próximo domingo para reencontrar o Nova Iguaçu, no jogo de volta da semifinal da Taça Rio. O time da Baixada Fluminense, que ficou à frente do Fogão na fase de classificação, tem a vantagem do empate. Ou seja, o Botafogo precisa vencer para avançar à decisão.

Comentários