Publicidade

Uma das principais contratações do Botafogo em termos de resposta nesta Série B, Chay deu a impressão de ter resolvido o problema de criação de jogadas do Alvinegro. Foi determinante nas vitórias de 2 a 0 sobre o Coritiba e de 3 a 0 sobre o Remo. Mas caiu de produção e isso liga o sinal de alerta no Botafogo.

O clube nunca deixou de lado a busca por um apoiador. Mas quer fazer sem pressa, esperando as opções do mercado. Entretanto caso Chay realmente não confirme a sequência de um bom futebol, a busca pode ter que ser intensificada.

Chay quer reencontrar seu futebol no Botafogo (Foto: Vítor Silva/ Botafogo)

O técnico Marcelo Chamusca substituiu Chay no intervalo das derrotas para Náutico e Sampaio Corrêa. Alegou desgaste físico do jogador. Em campo o ex-jogador da Portuguesa acaba tendo que atuar de maneira desgastante, fechando o corredor pela esquerda.

Publicidade

MAIS! Sousa estende contrato para ir embora. Entenda!

Preservar Chay é uma preocupação da comissão técnica. O treinador estuda a possibilidade de colocá-lo mais centralizado e com menos responsabilidade na marcação. Entretanto isso implica mudar o estilo de jogo de Marco Antônio.

Marco Antônio, inclusive, tem tido atuações discretas. Sumido em campo a maior parte do tempo, corre risco de barração se não der uma resposta adequada. Isso só não foi feito ainda por conta da rejeição da torcida aos substitutos naturais: Marcinho e Felipe Ferreira.

Relacionadas

Publicidade

Com essas situações para resolver, Marcelo Chamusca pensa no time que vai medir forças com o Vitória. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30(de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O choque é válido pela oitava rodada da Série B.

Comentários