Publicidade

Entre 2007 e 2009 o Botafogo perdeu três finais seguidas para o Flamengo. Assim ficou marcado como um time que amarelava nas finais. Os jogadores pareciam sem brio na visão de alguns. Assim a diretoria apostou na raça de argentinos e uruguaios e Herrera e Loco Abreu levaram o Glorioso ao caneco. Disposto a ver o elenco atual ser chacoalhado, os dirigentes voltaram as suas atenções para o mesmo mercado e apostam em Ramón Díaz para comandar a equipe.

Aposta é que Ramón Díaz possa mexer com os jogadores (Foto: Gabriel Baron/Botafogo)

O Botafogo não investiu só em Ramón Díaz. Contratou uma comissão técnica argentina para tentar tirar a equipe da situação em que se encontra no Campeonato Brasileiro. A chegada deles promete dar ao Alvinegro uma nova filosofia de trabalho.

Leia também:

Publicidade

Problema! Guilherme Santos revela lesão grave
Botafogo estuda protestos e deve se reunir com comissão de arbitragem

Após demitir dois treinadores em 2020, a diretoria do clube decidiu por uma mudança de rumos. Com Ramón Díaz ausente por questões de saúde na primeira semana no clube, o trabalho ficará a cargo de seu auxiliar Emiliano Díaz, e do preparador físico Jorge Pidal.

– É um alto rendimento que o futebol brasileiro tem, evidentemente são os melhores do mundo. Na escola argentina tem a intensidade, e vamos tentar uma mistura. O bom jogo que tem o futebol brasileiro somado a intensidade e garra do futebol argentino – afirmou Pidal em entrevista à Botafogo TV.

Botafogo deve ter progressos na parte física

Herrera e Loco Abreu formaram uma dupla histórica no Botafogo (Foto: Divulgação Botafogo)

Publicidade

O preparador se mostrou consciente da situação do clube na temporada. O Botafogo está na décima sétima colocação na tabela e é a primeira equipe dentro da zona do rebaixamento. Mas a aposta é que sairá em breve. Assim tem muito trabalho pela frente.

– É um time grande, que está passando por um momento complicado. Mas a ideia é colocar o Botafogo no lugar que merece, é uma equipe grande do Brasil, uma equipe com história, com muita hierarquia e a ideia é colocar, junto com todos, com Ramón e toda comissão técnica, o Botafogo no lugar que merece – concluiu Pidal.

A primeira chance para deixar a zona da degola com a nova comissão técnica será na próxima segunda-feira. O Botafogo terá um duelo direto contra o Bragantino, que está uma posição acima, no Nilton Santos. Mas Ramón Díaz não vai dirigir o time por conta de uma cirurgia.