Publicidade

O técnico do Botafogo, Eduardo Barroca, já tem a estratégia para fazer o time conseguir derrotar o Flamengo. As duas equipes se enfrentam neste sábado, às 17h(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pelo Campeonato Brasileiro. O Glorioso vai apostar nos contra-ataques.

Eduardo Barroca aposta nos contra-ataques. Mas não dá dicas do time (Foto: Divulgação)

O treinador inclusive montou um time com jogadores de velocidade. Rhuan vai ganhar uma oportunidade no ataque, ao lado de Pedro Raul. O jovem jogador, revelado nas categorias de base do Alvinegro, é velocista e costuma criar problemas quando tem espaço.

Leia também:

Publicidade

Botafogo vai apertar o cerco para receber de Willian Arão
Botafogo registra B.O. por pichações com ameaças de morte

No meio-de-campo, Bruno Nazário é outro que volta ao time. O jogador tem a capacidade de fazer lançamentos. Além disso também consegue impor um ritmo forte ao jogo. Assim terá liberdade no setor.

José Welison vai reforçar a marcação

Rhuan espera ajudar o Botafogo no Brasileiro (Foto: Reprodução Botafogo TV)

Para poder reforçar a marcação, José Welison entra como primeiro volante, tendo o apoio de Caio Alexandre na marcação. Keisuke Honda vai jogar um pouco mais liberado para encostar no ataque. Quando o Botafogo tiver a posse de bola Marcinho e Victor Luís poderão apoiar nos contra-ataques. Mas sem comprometer a marcação.

Publicidade

Para este jogo o Botafogo não terá o zagueiro Kanu, suspenso. Rafael Forster assume a vaga e vai compor o setor com Marcelo Benevenuto. Assim o Flamengo vai a campo com a seguinte escalação:
Diego Cavalieri, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Rafael Forster e Victor Luis; José Welison, Caio Alexandre e Honda; Rhuan, Bruno Nazário e Pedro Raul. Mas o time só será confirmado antes do jogo.