Publicidade

A diretoria do Botafogo tentou a contratação do técnico Marcelo Cabo antes de o treinador ser anunciado pelo Goiás. Cabo tinha sido demitido do Vasco na noite de segunda-feira. Entretanto os dirigentes alvinegros só falaram com representantes do treinador nesta terça-feira.

O Botafogo estava aguardando uma resposta de Lisca. Mas na manhã desta terça-feira o Vasco anunciou o treinador, ex-América-MG. Assim o nome de Cabo ganhou força no Glorioso por vários aspectos.  Cabo, inclusive, recebeu sondagem dos alvinegros antes de o Glorioso fechar com Marcelo Chamusca.

Marcelo Cabo deixou o Vasco na segunda-feira (Foto: Vitor Brugger/Vasco)

No começo da tarde desta terça-feira o Glorioso procurou Marcelo Cabo. Mas aí descobriu que ele estava apalavrado com o Goiás, que o anunciou pouco depois. Cabo inclusive assistiu no Estádio Nilton Santos o duelo entre Goiás e Botafogo.

Publicidade

MAIS! Não de Lisca deixa o Botafogo sem opções

Sem Marcelo Cabo o Botafogo voltou para a estaca zero. Lisca era tratado como o único nome de consenso. O Botafogo chegou a oferecer um salário alto ao treinador. Além disso uma premiação em caso de acesso e luvas. Mas por vontade do empresário o treinador não aceitou o convite do Glorioso.

Dorival não aceitou assumir por problemas pessoais

Outro nome que era de consenso, mas que sequer escutou proposta foi Dorival Júnior. O treinador conversou com Durcesio, disse que seria um sonho treinar o Botafogo, mas disse que não pode se ausentar de Santa Catarina por um problema familiar.

Relacionadas

Publicidade

O Glorioso sondou Vanderlei Luxemburgo. Mas os altos valores fizeram com que o clube sequer cogitasse uma proposta. O custo estava na casa dos R$ 400 mil.

Alguns nomes ventilados não são unanimidades. Casos de Paulo Bonamigo, hoje no Remo, e Eduardo Baptista, treinador do Mirassol. Assim o clube não os procurou.

Comentários