Publicidade

O Botafogo emplacou duas vitórias seguidas e já está no meio da classificação do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, os alvinegros terão confronto direto com o Grêmio, em Porto Alegre.

Honda marcou seu primeiro gol no Brasileiro contra o Sport (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

O Grêmio vem decepcionando no Campeonato Brasileiro. Os gaúchos era apontados como um dos favoritos ao título, mas têm convivido com a irregularidade na competição.

Para esta partida, o técnico Renato Gaúcho tem várias dúvidas. Os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann, volante Jean Pyerre e o meia Alisson serão avaliados para saber se terão condição de jogo.

Publicidade

– Precisamos conversar com os jogadores, ver como estão se sentindo. Fizeram três ou quatro treinos depois que voltaram da Covid-19, mas estavam muito cansados. Vou conversar e, a partir daí, defino a equipe – disse sobre os defensores.

Para piorar, o zagueiro David Braz está suspenso. Paulo Miranda, lesionado, dificilmente terá condições de jogo. A boa notícia é a volta do volante Matheus Henrique, que cumpriu suspensão.

Botafogo motivado

Do outro lado, o Botafogo vem crescendo de produção após a efetivação do técnico Bruno Lazaroni. A maior mudança feita pelo novo comandante foi o avanço de Honda, que passou a atuar como meia de criação.

Publicidade

Para o confronto desta quarta-feira, os cariocas terão os desfalques do zagueiro Marcelo Benevenuto e do volante Forster. Quem pode aparecer é o experiente Cícero, que foi reintegrado na última semana e fica no banco de reservas. A boa notícia será o retorno de Matheus Babi.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO X BOTAFOGO

Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 14 de outubro de 2020, quarta-feira
Hora: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

Publicidade

GRÊMIO: Vanderlei, Orejuela, Pedro Geromel (Rodrigues), Kannemann (Ruan) e Bruno Cortez; Matheus Henrique, Thaciano e Robinho; Éverton, Diego Souza e Pepê
Técnico: Renato Gaúcho

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Kevin, Sousa, Kanu e Victor Luís; Caio Alexandre, Honda e Guilherme Santos; Rhuan, Salomon Kalou (Matheus Babi) e Pedro Raul
Técnico: Bruno Lazaroni