Publicidade

Esta semana o Botafogo anunciou a saída do elenco de três jogadores que não faziam parte dos planos da comissão técnica. Os laterais Gustavo Cascardo e Kevin e o volante Luiz Otávio deixaram o clube em uma economia mensal de mais de R$ 120 mil. Mas o Alvinegro não está contente e deseja se desfazer de mais quatro atletas.

Na barca botafoguense há quatro vagas. Uma delas pode acabar sendo preenchida pelo tempo. Trata-se do meia Davi Araújo. O jogador, que tem os direitos federativos ligados ao Real Brasília, está cedido ao Glorioso até o dia 30 de junho. Assim o Glorioso nem vai se esforçar em encontrar um destino para o jogador.

Lecaros quer fazer história no Botafogo. Mas não ganha chances (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

Outros três jogadores que estão fora dos planos têm vínculo até 31 de dezembro. Assim o Botafogo procura uma fórmula para se desfazer deles. O lateral-direito Barrandeguy recusou uma rescisão amigável. Assim o Alvinegro trabalha para encontrar um clube.

Publicidade

MAIS! Rickson renova contrato com o Botafogo

Outro jogador fora dos planos é o atacante Rhuan, cria das categorias de base. Existe a sondagem de um time do Sul e o Botafogo está disposto a liberá-lo sem receber nada por isso.

Relacionadas

O caso que mais chama a atenção é o de Lecaros. O jogador peruano tem o carinho dos torcedores, que pedem seu aproveitamento nas redes sociais. Além disso ele recusou um retorno ao futebol do Peru dizendo que pretende fazer história no Botafogo. Mas no que depender do técnico Marcelo Chamusca isso não vai acontecer.

Publicidade

 

Comentários