Publicidade

A cena se repetiu mesmo na vitória de 3 a 2 sobre o Vila Nova-GO no domingo. O Botafogo fez um grande primeiro tempo e depois acabou caindo de produção. Dessa vez a situação não custou pontos, como aconteceu no empate por 1 a 1 com o Guarani em Campinas (SP). Mas deixou o sinal de alerta ligado. Assim o Botafogo procura soluções para queda de produção no segundo tempo

Com um bom primeiro tempo e início do segundo, o Alvinegro construiu o placar de 3 a 0. Mas depois disso viu o Vila reagir e encostar no placar.

Botafogo comemora contra o Vila. Mas caiu de produção (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Para o auxiliar Luis Fernando Flores, entretanto, a reação do adversário foi fruto de uma oscilação normal de jogo e do desgaste pelo calor. As duas equipes entraram em campo às 11 da manhã, sob um sol forte no Nilton Santos.

Publicidade

– Claro que a nossa equipe sentiu o clima, o horário do jogo é difícil para todo mundo. Mas temos que valorizar muito os três pontos. Sabemos que a competição é difícil, o Vila Nova está fazendo grandes jogos fora de casa. Sabíamos que não ia ser fácil, mas construímos aqueles três primeiros gols e todo mundo pensa que seria fácil, mas não foi. E Série B, infelizmente, é isso aí. Difícil até o final. Hoje passamos por isso. Que sirva de lição para que não venha acontecer mais esse tipo de coisa – afirmou Flores, que substituiu o técnico Enderson Moreira, suspenso.

MAIS! Botafogo luta contra a bipolaridade

Com a vitória, o Alvinegro subiu três posições na tabela e aparece em quinto lugar. Agora, o time torce contra o Náutico no duelo diante do CSA, que encerra a 20ª rodada da Série B, nesta terça-feira. Se a equipe pernambucana vencer fora de casa, derrubará o Botafogo para o sexto lugar.

Botafogo comemora pontuação

Publicidade

Mas o que importa, contudo, é que a equipe está a a penas um ponto do G-4.

– Eu acho que o mais importante de tudo foi o primeiro tempo que fizemos. Foi muito bom. Fomos efetivos. Controlamos bem o jogo. No segundo tempo voltamos bem também, fizemos o terceiro gol. E a partir dali passamos a apressar um pouco as coisas. É óbvio que o outro time também vai se soltar, vai arriscar mais. Conseguiram o gol em uma bola que eu acho que esbarrou no jogador e fizeram o primeiro gol. Com isso, a equipe deles cresceu um pouco – minimizou.

Relacionadas

Diego Loureiro Botafogo
Chay Botafogo x Vila Nova

O Botafogo terá a semana livre para se preparar para um duelo decisivo contra o líder Coritiba, fora de casa, na sexta-feira. Uma vitória não só poderá colocar o time no grupo de acesso, mas também reacenderá o sonho do título.

Comentários