Publicidade

Cada dia que passa o Botafogo deixa a sua torcida mais preocupada. A falta de um técnico e a queda de qualidade do time geraram mais uma tragédia. O Glorioso conheceu a sua primeira derrota em casa nesta terça-feira, na abertura da 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.  O Goiás ganhou por 2 a 0 no Estádio Nilton Santos.

Com gols de Rezende e Alef Manga o Goiás chegou aos 23 pontos, no G-4, animando Marcelo Cabo. O ex-técnico do Vasco foi anunciado pelo clube goiano antes do jogo para a vaga de Pintado. Mas e o Botafogo?

Chay tentou, sem sucesso, furar a defesa goiana (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

O Botafogo segue sem comandante e estacionado nos 13 pontos. Com o acesso cada vez mais distante, o time começa a se preocupar com a parte de baixo da tabela de classificação.

Publicidade

MAIS! Rickson está cada vez mais perto de deixar o Botafogo

O Botafogo volta a campo pela Série B no próximo sábado. O time visita o Confiança às 16h30(de Brasília) no Estádio Batistão, em Aracaju (SE). Na véspera, às 20h(de Brasília), o Goiás vai ao Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Goiás decidiu jogo no primeiro tempo

O jogo começou equilibrado, com as duas equipes se estudando. Aos 11 minutos o goleiro Diego Loureiro salvou um chute de Alef Manga. Já aos 18 foi a vez de o arqueiro Tadeu evitar um gol certo do Botafogo, defendendo chute de Pedro Castro, já dentro da área.

Alef Manga chuta para marcar o segundo gol do Goiás (Foto: CBFTV)

Publicidade

Com mais posse de bola o Goiás foi premiado com o gol aos 24 minutos. Após cobrança de escanteio a bola sobrou para Rezende, na pequena área, mandar a bola para o fundo da rede.

Nervoso em campo, o Botafogo tentou o empate, mas com dificuldades de criação. Tanto que assustou apenas aos 38 minutos em chute de Diego Gonçalves, defendido por Tadeu. Aos 44 minutos o péssimo estado do gramado jogou contra os donos da casa. Alef Manga avançou pela esquerda, puxou para o meio e chutou. O montinho artilheiro enganou Diego Loureiro e a bola foi morar no fundo da rede.

Botafogo caiu de produção no segundo tempo

Na volta para o segundo tempo o Botafogo voltou no campo de ataque, mas com muita desorganização tática. Tanto que com menos de dez minutos Alef Manga já tinha exigido boa defesa de Diego Loureiro e Caio tinha mandado a bola com perigo sobre o gol botafoguense.

Relacionadas

Publicidade

Enquanto o Botafogo sofria para criar, o Goiás era um inferno quando avançava. Aos 19 minutos Alef Manga quase ampliou em jogada ensaiada de cobrança de escanteio. Ele recebeu na entrada da área e chutou para Loureiro salvar.

Nos minutos finais o Goiás administrou o resultado diante de um inoperante Botafogo, que nada conseguiu fazer. Assim a torcida gloriosa fica cada vez mais nervosa.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0 X 2 GOIÁS

Publicidade

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de julho de 2021, terça-feira
Hora: 19h (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
Renda e público: jogo disputado sem público por conta da pandemia do Coronavírus
Cartões amarelos: Pedro Castro e Ênio (Botafogo) e Caio, Élvis e Rezende (Goiás)
Gols:
GOIÁS: Rezende aos 24 e Alef Manga aos 44 minutos do 1º Tempo

BOTAFOGO: Diego Loureiro, Daniel Borges (Warley), Kanu, Gilvan e Hugo; Barreto (Matheus Frizzo), Pedro Castro e Marco Antônio (Matheus Nascimento); Diego Gonçalves (Ênio), Chay e Rafael Navarro
Técnico: Ricardo Resende
GOIÁS: Tadeu, Dieguinho, David Duarte, Reynaldo e Artur; Caio Vinícius, Rezende, Breno e Élvis (Albano); Alef Manga (Dadá Belmonte) e Nicolas (Bruno Mezenga)
Técnico: Glauber Ramos

 

Comentários