Publicidade

O Sport fez uma proposta por Gatito Fernández. Mas ela não empolgou o Botafogo. O clube pernambucano chegou a oferecer dois jogadores em troca, mas não há no elenco do Leão jogadores que agradem ao técnico Marcelo Chamusca. Entretanto o Botafogo vê com bons olhos usar Gatito Fernández como moeda de troca.

Gatito Fernández em ação pelo Botafogo.Mas pode ser por pouco tempo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

O salário de Gatito Fernández, que tem contrato com o Glorioso até o fim do ano, é considerado alto. Mas os seus vencimentos estão no planejamento da atual gestão desde que o próprio jogador manifestou o desejo de ficar e jogar a Série B. Entretanto a sua saída pode abrir espaço para a chegada de dois reforços. Desta forma o interesse do Sport acendeu uma luz para a diretoria botafoguense.

LEIA MAIS! Botafogo acerta primeiro contrato do jovem Marquinhos

Publicidade

O Botafogo hoje conta com Douglas Borges como titular. O arqueiro conta com a confiança de Marcelo Chamusca. Mas o Botafogo não queria se desfazer de Gatito porque outro experiente do plantel, Diego Cavalieri, deve se transferir para o futebol dos Estados Unidos.

Gatito aliviaria a folha salarial

Douglas Borges hoje é titular no Botafogo (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

Apesar desta questão o Botafogo entende que pode repor uma saída de Gatito por um valor que permita se contratar reforços para outros setores. Assim a saída do paraguaio passa a ser considerada dentro de General Severiano. Entretanto não há nada de concreto.

LEIA MAIS! CEO Jorge Braga estuda modelos de outros clubes e avança no projeto do Botafogo

Publicidade

Gatito Fernández, que se destacou pelo Cerro Porteño, foi contratado pelo Botafogo em 2017 para a disputa da Copa Libertadores. Foi um dos destaques na competição e vitou ídolo da torcida ao garantir na disputa de pênaltis o título carioca de 2018 em uma decisão contra o Vasco.