Publicidade

A diretoria do Botafogo anunciou que Ramón Díaz não é mais o técnico do time. A decisão foi tomada porque o treinador, que estava de licença médica e só poderia se reapresentar na segunda-feira, teve uma complicação e assim precisou adiar o começo de seus trabalhos no Glorioso para 7 de dezembro. Entretanto o clube anunciou Eduardo Barroca como o substituto.

Ramón Díaz é demitido antes de estrear (Foto: Botafogo TV)

Na nota divulgada oficialmente o Botafogo informa que: “O Botafogo de Futebol e Regatas comunica que o técnico Ramón Díaz e toda a sua equipe de auxiliares estão de saída do Clube. Lamentavelmente, em função do quadro de saúde do treinador argentino, que agora tem alta prevista para a partir do dia 7/12, o Clube entende que não pode mais esperar. O Botafogo confia no pleno restabelecimento da saúde de Ramón Díaz, agradecendo a ele e seus auxiliares Emiliano Díaz, Osmar Ferreyra, Jorge Pidal, Damián Paz e Juan Nicolás Rommannazi pelo período em que estiveram no Clube.”

Barroca volta ao Botafogo

Barroca dirigiu recentemente o Botafogo – Foto: Thiago Ribeiro / Botafogo

Além de anunciar a saída de Ramón Díaz o Botafogo informou o retorno de Eduardo Barroca, profissional que dirigiu o clube em parte do Campeonato Brasileiro do ano passado.

Publicidade

No comunicado o clube informa que: “O Departamento de Futebol Profissional informa que Eduardo Barroca é o novo técnico da equipe. O profissional retorna ao Botafogo após passagem na equipe principal, em 2019, e um trabalho reconhecido por conquistas importantes nas categorias de base. Barroca chega acompanhado por Felipe Lucena (auxiliar técnico) e Anderson Nunes (preparador físico). O novo comandante inicia as atividades neste sábado.”.

Leia também:

Durcesio facilita projeto S/A no Botafogo
Rafael reitera desejo de jogar no Botafogo

Publicidade

Em 2019 Barroca dirigiu o Botafogo em 27 oportunidades, com 10 vitórias, três empates e 14 derrotas. Depois do Alvinegro o treinador dirigiu Atlético-GO, Coritiba e Vitória. Pelo Botafogo, em 2016, ele foi o treinador campeão brasileiro de juniores.