Botafogo

Botafogo define data de eleição histórica para presidente

Botafogo reduziu o quadro de funcionários (Foto: Divulgação)

O Botafogo anunciou nesta sexta-feira a data da sua eleição presidencial. O Glorioso vai escolher o novo presidente no dia 24 de novembro. Assim o adiamento que chegou a ser cogitado para dezembro não foi confirmado. Pelo menos em um primeiro momento. A votação acontecerá entre 9h e 21h(de Brasília), na sede de General Severiano.

Botafogo define data de eleição histórica para presidente (Foto: Divulgação)

Esta vem sendo tratada como uma eleição histórica por dois motivos. O primeiro deles é porque pela primeira vez o mandato será de quatro anos. Em segundo porque será o novo mandatário quem vai conduzir o processo de transformação do clube em empresa.

Walmer Machado será candidato a presidente do Botafogo (Foto: Arquivo pessoal)

A mudança no estatuto que permite o mandato de quatro anos foi feito na gestão do ex-presidente Carlos Eduardo Pereira. A medida contou com ampla aprovação, mas ficou acertado que não valeria para a eleição seguinte, que foi vencida por Nelson Mufarrej.

Três candidatos disputam eleição histórica do Botafogo

Durcesio Mello, à direita, tem apoio de Montenegro (Foto: Divulgação)

Neste sábado os candidatos terão acesso à lista completa de sócios do clube. Entretanto os sócios aptos a votar só serão conhecidos dia 15 de novembro. Eles terão que quitar débitos até o dia 9 do mesmo mês.

Três candidatos concorrem ao pleito. São eles Alessandro Leite, que é o atual vice-presidente executivo do Botafogo, Durcésio Mello, empresário do ramo da aviação e que conta com o apoio do ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, e o advogado Walmer Machado.

Alessandro Pereira Leite foi o último a confirmar presença no pleito (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Nelson Mufarrej assumiu o Botafogo em janeiro de 2018, após a presidência de Carlos Eduardo Pereira, o CEP. Sob seu comando o Botafogo conquistou o título do Campeonato Carioca de 2018 e contratou nomes como o japonês Keisuke Honda e o marfinense Salomon Kalou.

Você Também pode gostar