Publicidade

O Botafogo tem carências no elenco e o clube estava atuando na busca para contratar um zagueiro e um apoiador. Além disso estava sob análise a possibilidade de buscar um reforço para repor a saída do lateral-esquerdo PV, negociado com o Internacional. Entretanto todas as negociações estão paralisadas até que chegue o novo treinador.

A medida chegou a causar uma divisão entre os diretores. Alguns defendiam que Marcelo Chamusca errou ao indicar nomes como os meias Marcinho e Felipe Ferreira e o lateral-esquerdo Rafael Carioca. Assim os dirigentes teriam que agir de maneira independente.

Eduardo Freeland vai aguardar um técnico para ir ao mercado. Mas isso não era consenso (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

Mas venceu a decisão do grupo que faz parte o presidente Durcesio Mello. Este grupo defende que mesmo com os erros de Chamusca, o novo treinador já vai pegar um elenco formado. Assim precisa ter autonomia pelo menos em relação às últimas balas do elenco.

Publicidade

MAIS! Lisca surpreende e diz não ao Botafogo

O Botafogo vinha negociando com alguns jogadores, mas nada muito profundo. Assim os dirigentes preferiram interromper as conversas. Além disso pesa o fato de que nenhum dos atletas falados era um nome acima de qualquer discussão.

Relacionadas

Marcelo Chamusca Botafogo

Comentários