Publicidade

O Botafogo sofreu apenas dois gols com Enderson Moreira no comando. Mas ambos foram determinantes para o treinador perder os cinco pontos que deixou escapar com seu bom aproveitamento no Glorioso. O comandante esteve à frente do elenco em sete jogos, tendo vencido cinco, empatado um e sido derrotado em outro. Os dois tentos foram sofridos em jogadas de bola aérea. Assim este passa a ser o grande desafio de Enderson Moreira no Botafogo.

No empate por 1 a 1 com o Guarani, na quarta-feira, o gol de Andrigo tirou dois pontos de Enderson Moreira. Os outros três pontos perdidos foram na derrota de 1 a 0 para o Operário, no interior do Paraná. O gol de Paulo Sérgio também foi de cabeça.

Botafogo sofre de cabeça o gol diante do Operário. Assim perdeu o jogo (Foto: Twitter Operário)

O treinador lida com tranquilidade em relação ao problema.

Publicidade

– Temos muitas bolas cruzadas em nossa área e logicamente que temos muito a melhorar. Mas este gol do Guarani foi o segundo que o time sofreu sob o meu comando. Também temos que analisar os méritos do adversário. Mas é claro que temos que crescer em todos os sentidos – disse Enderson.

MAIS! Juninho é o pontapé inicial do Botafogo na geração de ouro

Gol do Guarani gerou críticas

O treinador minimizou o fato de Andrigo ter cabeceado sem ser incomodado.

Publicidade

– jogador cabeceou em um espaço criado pelo ataque do Guarani, mesmo não tendo grande estatura. Eles conseguiram fazer boas inversões e precisamos analisar e reconhecer os méritos dos rivais – disse Enderson.

Relacionadas

Rafael Navarro Botafogo

O Botafogo agora trabalha de olho na estreia no segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro. O Glorioso volta a campo no domingo para medir forças com o Vila Nova. As duas equipes se enfrentam a partir das 11h(de Brasília) no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Comentários