Barroca não joga a toalha e quer reunião com diretoria para debater futuro do Botafogo

publicado em 10/01/2021 às 23:43

Eduardo Barroca não joga a toalha e acredita que o Botafogo pode se salvar no Campeonato Brasileiro. O clássico com o Vasco, neste domingo, em São Januário, era tratado como divisor de águas e a derrota foi um duro golpe. Barroca pretende conversar com a diretoria nesta segunda-feira para discutir o planejamento e também tomar medidas.

Barroca Botafogo

Barroca quer debater futuro do Botafogo | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

“Eu tinha conversado com a direção que esse jogo com o Vasco seria um divisor de águas na competição para que a gente pudesse pensar o planejamento de 2021 ou não. E, com esse resultado, meu interesse é voltar a conversar com a direção. Eu acho que o Botafogo tem totais condições de reverter, eu acredito como treinador e vou trabalhar muito para que isso aconteça. Mas diante do ano que foi, os desequilíbrios são muito claros, uma tentativa constante de reverter e acho que o Botafogo, na minha visão, a gente não pode perder mais muito tempo e precisamos imediatamente conversar sobre o nosso futuro a curto, médio e longo prazo. Então, provavelmente amanhã (segunda-feira) eu devo ter essa conversa para ver o entendimento da direção sobre o que a gente conversou antes do jogo e tome algumas ações”, declarou Barroca.

Barroca apoia pedido de comprometimento no Botafogo

Após a derrota, o lateral-esquerdo Victor Luís fez uma cobrança ao elenco do Botafogo, pedindo para renunciar a coisas extracampo. Barroca apoia o discurso por comprometimento.

“Não vi a entrevista do Victor, mas se ele falou isso está coberto de razão. A gente precisa, todos nós, chegar cedo ao clube, ir embora tarde, debater todos os pormenores para que encontre soluções para o que está acontecendo em campo. Eu, por exemplo, não tenho coragem nem de pedir comida na minha casa para não ter que encontrar com o entregador. Porque o momento é de sentir na pele, de ter vergonha, realmente, e de trabalhar muito. Não vi a entrevista do Victor, mas se ele falou isso, está coberto de razão. É o momento de todos nós focarmos em dedicação total ao clube”, acrescentou.

O drama do Botafogo aumentou após a derrota no clássico. A distância para sair do Z-4 cresceu. Na 19ª colocação, com 23 pontos, o Fogão está a nove pontos do Fortaleza, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O clube carioca volta a campo contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, pela 30ª rodada.

Deixe seu comentário:

Comentário