Publicidade

Ídolo do clube e um dos principais jogadores do elenco, Gatito Fernández desfalca o Botafogo desde setembro. O goleiro paraguaio ainda se recupera de um edema ósseo no joelho direito. De acordo com técnico Eduardo Barroca, não dá para falar sobre o retorno de Gatito.

Gatito Fernández Botafogo Gatito Fernández trabalha para voltar ao time | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

“Tem se especulado muito sobre o Gatito. A realidade é que não existe previsão nenhuma a curto prazo. O Gatito ainda sente dor no joelho, ainda está entregue à transição e é goleiro, então precisa fazer movimentos específicos. Ele está se esforçando, está no clube de manhã e de tarde, querendo estar junto com a gente e ajudar. É um jogador comprometido, mas não está 100%, então precisa cumprir o passo a passo da recuperação”, declarou Barroca.

LEIA MAIS! Marcelo Benevenuto na bronca no Botafogo: ‘Faltou espírito de decisão’

Publicidade

O último jogo de Gatito pelo Botafogo foi no dia 23 de setembro, contra o Vasco, pela Copa do Brasil. O empate sem gols classificou o Fogão. Depois, o goleiro foi defender a seleção paraguaia e atuou os 90 minutos no empate por 2 a 2 com o Peru, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, no dia 8 de outubro.

Gatito se machucou pelo Botafogo e atuou sentindo dores pela seleção paraguaia, em outubro. Desde então, está fora de combate e tratando o problema. Diego Cavalieri tem sido o titular e tem dado conta do recado.

Drama do Botafogo aumenta

O Fogão vai se complicando na briga contra o rebaixamento no Brasileiro. Neste domingo, o clube carioca perdeu para o Corinthians, no Estádio Nilton Santos, pela 27ª rodada. O Botafogo desperdiçou oportunidade de se aproximar dos rivais na luta contra a degola.

Publicidade

O Botafogo está na 19ª colocação, com 23 pontos, cinco pontos a menos do que o Bahia, primeiro time fora do Z-4 do Campeonato Brasileiro.