Publicidade

Honda decidiu abreviar a trajetória com a camisa do Botafogo. O meia japonês solicitou a rescisão de contrato, que ia até o fim do Brasileiro, em fevereiro. O técnico Eduardo Barroca deu detalhes de como Honda conduziu o caso no Botafogo.

Barroca, Botafogo Barroca falou sobre saída de Honda | Foto: Gabriel Baron / Botafogo / Divulgação

“Fiquei sabendo dessa decisão após o jogo contra o Corinthians, o Túlio (Lustosa, gerente de futebol) me comunicou. Não foi algo que pudéssemos fazer o contraditório para mudar a situação. Temos muito jogadores jovens, que não têm a vivência prática da Série A, e quando perdemos um jogador que possa nos dar essa experiência, ainda mais sem a possibilidade de repor, não é o ideal. Todos nós estamos lutando contra um cenário adverso e respeitamos a decisão pessoal, a forma como foi feita, respeitosa, frontal. Precisamos de profissionais que queiram enfrentar esse cenário de maneira integral. Falo para os jogadores que não é momento para estar 100% aqui, mas, sim, 110%. Tudo foi feito de forma clara e respeitosa”, declarou Barroca, em entrevista à Rádio Globo.

LEIA MAIS! Honda pode virar embaixador do Botafogo

Publicidade

O técnico do Botafogo destacou o tempo em que podê trabalhar com Honda, um jogador de nível internacional e que disputou Copas do Mundo.

LEIA MAIS! Marcinho não renova e está de saída do Botafogo: ‘Não vai ficar’

“Ainda não tive oportunidade de ter uma conversa específica com ele após essa notícia. Foi uma experiência muito legal de termos trabalhando juntos. De forma alguma a ideia dele foi essa (de pular do barco). Teve seus motivos pessoais, teve uma lesão importante na coxa, tem três filhos pequenos e provavelmente se precipitou pelo término do Campeonato Brasileiro”, acrescentou Barroca.

Sem Honda, Barroca tenta salvar o Botafogo

Publicidade

O Fogão lida com o “caso Honda” em meio à luta para escapar do rebaixamento. O Botafogo está em situação delicada, na 19ª colocação, com 23 pontos, cinco a menos do que o Bahia, primeiro time fora do Z-4.

O Botafogo volta a campo no dia 6 de janeiro e recebe o Athletico-PR, no Estádio Nilton Santos, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.