Publicidade

O Botafogo embalou na Série B do Campeonato Brasileiro. Sob o comando de Enderson Moreira, o clube carioca arrancou rumo ao G-4. O técnico ostenta um aproveitamento de 81,5%.

Os resultados em campo deram a confiança que faltava ao grupo, que se uniu em apoio às ideias e propostas de jogo do treinador. Em entrevista à Botafogo TV, o volante Barreto reforçou o compromisso com o retorno à Série A em 2022.

Barreto Botafogo Barreto está focado no acesso (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

– A gente sabe que é o time grande da competição, temos esse compromisso de subir. Mas com muito trabalho, pés no chão. Mantendo o trabalho do dia a dia, do jogo a jogo, para que o resultado aconteça. A gente batalhou bastante para conquistar o G-4 e agora também procurar trabalhar pra não perder essa vaga – afirmou o jogador.

Relacionadas

Enderson Moreira Botafogo

Publicidade

A última partida do Botafogo, diante do líder Coritiba, fora de casa, foi a comprovação de que a recuperação da equipe não é fogo de palha. Com uma vitória por 1 a 0, o Alvinegro deu ao Coxa sua primeira derrota no Couto Pereira nesta Série B.

Botafogo agora defende vaga no G-4

– Foi o jogo que confirmou o time grande que somos dentro da competição, somos muito grandes. A gente chegou na casa do líder e conseguiu fazer uma grande partida, conseguiu a vitória, que era o principal, e a colocação no G-4. Mas mantendo sempre os pés no chão, porque foi difícil chegar no G-4 – disse Barreto.

MAIS! Diego Loureiro destaca trabalho de marcação do Botafogo

Publicidade

– Agora é trabalhar diariamente para se manter, porque a gente deixa de caçar e vira um alvo. Quem está na parte de cima, o pessoal sempre entra entra em campo para ganhar. A gente sabe disso e temos que levar a sério todos os jogos, todos os adversários para nos mantermos no G-4 até o final da competição – concluiu.

LEIA MAIS! Enderson Moreira freia empolgação: ‘A guerra continua’

A competição, entretanto, não dará trégua a Enderson e seus comandados. Neste sábado, o Botafogo visita o Remo, em Belém do Pará. A equipe da Região Norte aparece na 12ª colocação, mas ainda sonha com um lugar no G-4.

Comentários