Publicidade

O céu azul da manhã de domingo carioca casou bem com o novo uniforme do Botafogo, apesar dos sustos no fim. Com inspiração na bandeira do Rio de Janeiro e uma homenagem à cidade, o Fogão estreou a quarta camisa e reforçou que o horizonte na Série B também pode ser feliz. O Botafogo fez 3 a 2 no Vila Nova, no Estádio Nilton Santos, pela 20ª rodada, e voltou a colar no G-4 do torneio.

O Botafogo dominou o rival na maior parte do tempo, mas levou susto no fim. De qualquer forma, venceu e mira o “céu da Série B”: o G-4. Agora, está a um ponto do pelotão de frente do torneio.

Chay Botafogo x Vila Nova Chay apareceu bem mais uma vez | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

O Fogão pulou para 32 pontos e está na quinta colocação – aguarda o fim da rodada para saber em que posição ficará. O Botafogo até pode cair na tabela de classificação, mas a diferença para o G-4 será de um ponto – Sampaio Corrêa e Náutico podem chegar a 33 pontos, mesma pontuação do Avaí, atual quarto colocado. O Vila Nova, por sua vez, continua com 19 pontos e está no 16º lugar.

Relacionadas

Publicidade

Na próxima rodada, o Botafogo tem um teste de fogo: enfrenta o líder Coritiba. O duelo será na sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Couto Pereira. Já o Vila Nova recebe o Avaí, nesta quarta-feira, às 16h (de Brasília).

Botafogo domina o Vila Nova no 1º tempo

A camisa azul do Botafogo não demorou a brilhar no Estádio Nilton Santos. O Fogão abriu o placar logo aos três minutos. Pedro Castro, titular no lugar do suspenso Luís Oyama, avançou pela direita e cruzou na medida para Chay. O meia-atacante cabeceou, a bola bateu na trave, no rosto do goleiro Georgemy e entrou: 1 a 0.

O clube carioca ficou confortável com o placar a favor e não demorou a ampliá-lo. Carli, novamente titular, fez lançamento para Hugo. Ele cruzou e Rafael Navarro completou para a rede: 2 a 0, aos 20 minutos.

Rafael Navarro Botafogo x Vila Nova Rafael Navarro ampliou | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

Publicidade

O Botafogo continuou superior. O único susto foi nos acréscimos do primeiro tempo, quando Dudu cobrou falta para fora, com perigo.

Fogão amplia com Diego Gonçalves, mas leva susto

O panorama mudou um pouco no começo da etapa final. O Vila Nova buscou surpreender. O goleiro Diego Loureiro trabalhou logo de cara e se virou após cobrança de falta. Depois, ele viu o chute de Arthur Rezende ir para fora.

O clube carioca não demorou a recuperar o controle do jogo. Aos 12 minutos, Diego Gonçalves fez jogada pela esquerda e foi derrubado na área. Pênalti. Ele mesmo bateu e fez 3 a 0.

Publicidade

O auxiliar Luis Fernando Flores, que comandou o time no lugar do suspenso Enderson Moreira, aproveitou para fazer substituições. Ele colocou Rafael Moura e Warley. Saíram Rafael Navarro e Diego Gonçalves. O Vila Nova diminuiu aos 19 minutos. Após cruzamento da direita, a bola desviou na zaga, tirou o goleiro da jogada e ficou com Clayton marcar.

Chay, com um problema na coxa esquerda, precisou ser substituído. Matheus Frizzo entrou no lugar dele. Luis Fernando Flores aproveitou a parada e fez outra mudança. Ele colocou o lateral-esquerdo Jonathan Silvana vaga de Hugo. Ele fez a reestreia pelo Botafogo.

O clube carioca teve a chance para ampliar. Warley recebeu cruzamento, mas demorou um pouco a chutar e viu o goleiro Georgemy salvar o Vila Nova. O Botafogo ainda pediu pênalti em lance com Rafael Moura. Ele subiu na área e viu o zagueiro Donato acertá-lo. O árbitro não marcou e nem tampouco o VAR – a Série B agora conta com a tecnologia – recomendou a revisão.

Publicidade

Nos acréscimos, aos 46 minutos, Rafael Donato ganhou pelo alto, após cobrança de escanteio, e fez 3 a 2. O Vila Nova quase empatou por duas vezes. Dudu e Kelvin acertaram a trave. O Botafogo se salvou.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 3X2 VILA NOVA

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22/08/2021, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (AL)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Cartão amarelo: Kanu e Rafael Moura (Botafogo)
Cartão vermelho:
Gols:
Botafogo: Chay, aos 3′ do 1ºT, Rafael Navarro, aos 20′ do 1ºT, e Diego Gonçalves, aos 13′ do 2ºT
Vila Nova: Clayton, aos 19′ do 2ºT, e Rafael Donato, aos 46′ do 2ºT

Publicidade

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Joel Carli (Gilvan) e Hugo (Jonathan Silva); Barreto, Pedro Castro e Marco Antônio; Chay (Matheus Frizzo), Diego Gonçalves (Warley) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Luis Fernando Flores.

VILA NOVA: Georgemy; Renato Silveira, Rafael Donato e Xandão (Arthur Rezende); Mazetti, Dudu, Moacir (Pedro Bambu), Renan Mota (Kelvin) e Bruno Collaço; Alesson (Johnatan Cardoso) e Alan Grafite (Clayton). Técnico: Hemerson Maria.

Comentários