Publicidade

O Botafogo conseguiu finalmente encerrar a sequência negativa com uma vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, no sábado. O Alvinegro não vencia há 12 jogos e, além disso, vinha de sete derrotas consecutivas. Mas se por um lado o resultado deu uma injeção de ânimo, a situação do Botafogo na tabela ainda é muito difícil.

Diego Cavalieri (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

O time deixou a lanterna e subiu duas posições na tabela de classificação. Entretanto, em 16º lugar, ainda precisa deixar outros dois clubes para trás para se livrar do rebaixamento.

– Vitória importantíssima pela situação que estamos vivendo na tabela, era confronto direto com Coritiba, vínhamos de sequencia difícil e jogos fora de casa. Foi importante para mostrar que o grupo tem valor, independentemente das dificuldades caminha junto – disse o goleiro Diego Cavalieri à BotafogoTV.

Publicidade

– Temos que caminhar, mas a caminhada é difícil, temos que manter essa luta e esse espírito para sair dessa situação, que incomoda muito – completou.

Leia também:

Honda tem lesão e vira desfalque

Vitória merecida! Barroca aliviado após boa atuação

Publicidade

Com 23 pontos e apenas quatro vitórias, o Botafogo tem logo a sua frente o Vasco, com 28 pontos e sete vitórias, e o Bahia, com a mesma pontuação e oito vitórias. Portanto, o Alvinegro precisará somar seis pontos a mais que os dos concorrentes para ultrapassá-los na tabela.

O objetivo do Botafogo nas doze rodadas restantes no Brasileiro, é superar ao menos dois times que estão ameaçados pela degola. Além disso, tem que se manter à frente de Goiás e Coritiba, lanterna e vice-lanterna, com 20 e 21 pontos, respectivamente. Outros adversários diretos contra a degola são Sport (29), Fortaleza (30), Bragantino (31) e Athletico-PR (31).

Condição essencial para o sucesso, o Alvinegro precisa vencer os confrontos diretos contra essas equipes. A primeira oportunidade será contra o Furacão, na quarta-feira, dia 6 de janeiro. Na sequência, vem o jogo contra o Vasco, no domingo seguinte. Entretanto, depois disso, só no dia 7 de fevereiro, contra o Sport, e no dia 17, contra o Goiás.